Entrevista: O diálogo possível – Cremilda A. Medina

Entrevista: O diálogo possível – Cremilda A. Medina

Momento-chave da comunicação, a entrevista é a coleta de dados para redigir um texto. Porém, esse ponto de vista não leva em conta a riqueza do processo comunicativo e seu potencial humanizador. A entrevista, no jornalismo, pode apenas preencher os requisitos imediatos da notícia ou servir como meio de comunicação social. O primeiro caso exige aprendizado prático; o segundo, preparo técnico e humanístico, estudo, pesquisa e exercício permanentes. A autora apresenta os princípios da entrevista não autoritária, uma interação a serviço do homem e da convivência democrática. Com muitas dicas, o livro ensina como descobrir fontes e dar o recado passado pelo entrevistado, como dosar clareza e emoção, além de fornecer conselhos sobre pauta e edição. A obra dá uma ideia abrangente do trabalho do repórter em relação às outras áreas de um veículo de comunicação.

Momento-chave da comunicação, a entrevista é a coleta de dados para redigir um texto. Porém, esse ponto de vista não leva em conta a riqueza do processo comunicativo e seu potencial humanizador. A entrevista, no jornalismo, pode apenas preencher os requisitos imediatos da notícia ou servir como meio de comunicação social. O primeiro caso exige aprendizado prático; o segundo, preparo técnico e humanístico, estudo, pesquisa e exercício permanentes. A autora apresenta os princípios da entrevista não autoritária, uma interação a serviço do homem e da convivência democrática. Com muitas dicas, o livro ensina como descobrir fontes e dar o recado passado pelo entrevistado, como dosar clareza e emoção, além de fornecer conselhos sobre pauta e edição. A obra dá uma ideia abrangente do trabalho do repórter em relação às outras áreas de um veículo de comunicação.

1 comentário em “Entrevista: O diálogo possível – Cremilda A. MedinaAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *