Em nome de Sua Majestade : a morte de Jean Charles de Menezes no metrô de Londres – Ivan Sant’Anna

Em nome de Sua Majestade : a morte de Jean Charles de Menezes no metrô de Londres – Ivan Sant’Anna

Londres, julho de 2005. Os sistemas de metrô e ônibus da cidade acabam de sofrer dois atentados terroristas, deixando 52 mortos e centenas de feridos. Neste clima de tensão, o brasileiro Jean Charles de Menezes, que trabalhava como eletricista, é confundido com o terrorista etíope Osman Hussein e morto a sangue-frio pela polícia inglesa.

A operação desastrada da Scotland Yard permanece encoberta por várias semanas. Enquanto o alto-comando da polícia sustenta uma versão falsa sobre o incidente no metrô, uma secretária da corregedoria da Scotland Yard que participa da investigação oficial descobre a verdade sobre o caso e a revela a um jornalista da emissora de televisão ITN: Jean Charles não foi perseguido e alvejado porque correu da polícia, mas sim por absoluta irresponsabilidade e imprudência dos policiais que o perseguiram e mataram sem qualquer prova ou evidência de que ele era o suspeito procurado. Ao contrário do que fez parecer a versão largamente noticiada no Brasil, o rapaz sequer teve tempo de descobrir que estava sendo seguido.

Para escrever “Em Nome de Sua Majestade”, Ivan Sant’Anna esteve em Londres, onde conversou com os principais personagens desta história, assim como refez o percurso de Jean Charles nos últimos instantes de sua vida. Sant’Anna esteve também em Córregos dos Ratos e Gonzaga, no Leste de Minas Gerais, conhecendo a família de Jean e o pequeno sítio onde ele se criou.

Londres, julho de 2005. Os sistemas de metrô e ônibus da cidade acabam de sofrer dois atentados terroristas, deixando 52 mortos e centenas de feridos. Neste clima de tensão, o brasileiro Jean Charles de Menezes, que trabalhava como eletricista, é confundido com o terrorista etíope Osman Hussein e morto a sangue-frio pela polícia inglesa.
 
A operação desastrada da Scotland Yard permanece encoberta por várias semanas. Enquanto o alto-comando da polícia sustenta uma versão falsa sobre o incidente no metrô, uma secretária da corregedoria da Scotland Yard que participa da investigação oficial descobre a verdade sobre o caso e a revela a um jornalista da emissora de televisão ITN: Jean Charles não foi perseguido e alvejado porque correu da polícia, mas sim por absoluta irresponsabilidade e imprudência dos policiais que o perseguiram e mataram sem qualquer prova ou evidência de que ele era o suspeito procurado. Ao contrário do que fez parecer a versão largamente noticiada no Brasil, o rapaz sequer teve tempo de descobrir que estava sendo seguido.
 
Para escrever “Em Nome de Sua Majestade”, Ivan Sant’Anna esteve em Londres, onde conversou com os principais personagens desta história, assim como refez o percurso de Jean Charles nos últimos instantes de sua vida. Sant’Anna esteve também em Córregos dos Ratos e Gonzaga, no Leste de Minas Gerais, conhecendo a família de Jean e o pequeno sítio onde ele se criou.

Quer baixar rapidamente e sem propaganda? Faça sua assinatura clicando aqui

1 comentário em “Em nome de Sua Majestade : a morte de Jean Charles de Menezes no metrô de Londres – Ivan Sant’AnnaAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *