Diário de África – Alexandre de Serpa Pinto

Diário de África – Alexandre de Serpa Pinto

O Diário da viagem de Alexandre de Serpa Pinto, o primeiro português a atravessar o continente africano, explorando regiões até então desconhecidas, numa aventura detalhada sobre os perigos, as emoções e as maravilhas que descobriu em África.

Tendo o título oficial de “Como atravessei a África do Atlântico ao Índico” e o subtítulo de “Viagem de Benguela à Contra-Costa, através de regiões desconhecidas”, o Diário do explorador Serpa Pinto – um dos primeiros europeus a desbravar o interior do continente africano – relatam a sua aventura decorrida entre 1877 e 1879 quando viajou do planalto central da atual região do Bié, em Angola, até atingir Pretória e Durban, na atual África do Sul.

O Diário da viagem de Alexandre de Serpa Pinto, o primeiro português a atravessar o continente africano, explorando regiões até então desconhecidas, numa aventura detalhada sobre os perigos, as emoções e as maravilhas que descobriu em África.

Tendo o título oficial de “Como atravessei a África do Atlântico ao Índico” e o subtítulo de “Viagem de Benguela à Contra-Costa, através de regiões desconhecidas”, o Diário do explorador Serpa Pinto – um dos primeiros europeus a desbravar o interior do continente africano – relatam a sua aventura decorrida entre 1877 e 1879 quando viajou do planalto central da atual região do Bié, em Angola, até atingir Pretória e Durban, na atual África do Sul.