Deuses e Feras – Fabio Brust

Deuses e Feras – Fabio Brust

“Em um futuro distópico, a Internet transformou-se em um instrumento de governo. Os países e nações desapareceram para dar lugar a um Estado virtual que governa a tudo e a todos por meio de dispositivos implantados nos braços dos cidadãos. Cada um deles recebe uma função e uma série de objetivos a serem cumpridos em determinados prazos. Todos possuem seus destinos traçados, incluindo as relações interpessoais, sejam amigos, rivais ou amantes.

Harlan Montag é um ladrão em Dínamo, uma cidade encravada no meio de uma cadeia de montanhas e protegida por um gigantesco muro. Sua função é impedir que os cidadãos se conectem emocionalmente a bens, obrigando-os a fortalecer sua relação com a Teia – o nome atribuído ao Estado global controlado pela Internet.

Dentro dessa Teia, o objetivo de Harlan é roubar sua amante. Kali Assange, no entanto, é uma bem-treinada fatalista, responsável pela limpeza social da Teia. Ela deve eliminar os cidadãos que já alcançaram seus objetivos e finalizaram suas atribuições à sociedade. Na verdade, Kali é uma assassina.

Quando suas vidas se entrelaçam em um beco escuro e os objetivos de ambos se mesclam, os dois precisam, desesperadamente, mudar seus destinos e, de alguma forma, fugir do que é fatal. Mas, em uma cidade controlada por uma entidade virtual onipresente e onipotente, com câmeras espalhadas por todas as ruas e vigilância até de seus próprios pensamentos, isso pode não ser tão fácil quando parece.”

“Em um futuro distópico, a Internet transformou-se em um instrumento de governo. Os países e nações desapareceram para dar lugar a um Estado virtual que governa a tudo e a todos por meio de dispositivos implantados nos braços dos cidadãos. Cada um deles recebe uma função e uma série de objetivos a serem cumpridos em determinados prazos. Todos possuem seus destinos traçados, incluindo as relações interpessoais, sejam amigos, rivais ou amantes.

Harlan Montag é um ladrão em Dínamo, uma cidade encravada no meio de uma cadeia de montanhas e protegida por um gigantesco muro. Sua função é impedir que os cidadãos se conectem emocionalmente a bens, obrigando-os a fortalecer sua relação com a Teia – o nome atribuído ao Estado global controlado pela Internet.

Dentro dessa Teia, o objetivo de Harlan é roubar sua amante. Kali Assange, no entanto, é uma bem-treinada fatalista, responsável pela limpeza social da Teia. Ela deve eliminar os cidadãos que já alcançaram seus objetivos e finalizaram suas atribuições à sociedade. Na verdade, Kali é uma assassina.

Quando suas vidas se entrelaçam em um beco escuro e os objetivos de ambos se mesclam, os dois precisam, desesperadamente, mudar seus destinos e, de alguma forma, fugir do que é fatal. Mas, em uma cidade controlada por uma entidade virtual onipresente e onipotente, com câmeras espalhadas por todas as ruas e vigilância até de seus próprios pensamentos, isso pode não ser tão fácil quando parece.”

1 comentário em “Deuses e Feras – Fabio BrustAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *