cover

Contos Reunidos – Vladimir Nabokov

Escritos entre os anos 1920 e 1950, os 68 contos selecionados para Contos reunidos, de Vladimir Nabokov — sendo boa parte traduzida pela primeira vez no Brasil —, mostram toda a riqueza imaginativa do escritor russo, sua inventividade estilística e a ironia que o colocam entre os grandes escritores de seu tempo. Nabokov nasceu num meio familiar de posses na Rússia pré-revolucionária e viu sua família perder todos os bens durante a revolta que derrubou o Czar Nicolau II, mudando os rumos do país no início do século XX. Seu destino imediato, como o de muitos de seus contemporâneos, foi emigrar. Em 1923, passou a residir em Berlim, onde permaneceu por mais de uma década. A grande maioria dos Contos reunidos foi escrita nessa fase, entre os anos 20 e 30, e apresenta uma face menos conhecida do notório romancista: a de cronista.São contos que vão das fábulas carregadas de emoção a relatos sobre perdas, de tom melancólico, que abordam questões trágicas da vida e a sobrevivência sem recursos em Berlim; das histórias cômicas de expatriados russos às impactantes recordações da infância. Lidos em sequência, os textos de Contos reunidos oferecem uma visão da genialidade de Nabokov e de sua habilidade de transformar a linguagem em um instrumento de êxtase.

Escritos entre os anos 1920 e 1950, os 68 contos selecionados para Contos reunidos, de Vladimir Nabokov — sendo boa parte traduzida pela primeira vez no Brasil —, mostram toda a riqueza imaginativa do escritor russo, sua inventividade estilística e a ironia que o colocam entre os grandes escritores de seu tempo. Nabokov nasceu num meio familiar de posses na Rússia pré-revolucionária e viu sua família perder todos os bens durante a revolta que derrubou o Czar Nicolau II, mudando os rumos do país no início do século XX. Seu destino imediato, como o de muitos de seus contemporâneos, foi emigrar. Em 1923, passou a residir em Berlim, onde permaneceu por mais de uma década. A grande maioria dos Contos reunidos foi escrita nessa fase, entre os anos 20 e 30, e apresenta uma face menos conhecida do notório romancista: a de cronista.São contos que vão das fábulas carregadas de emoção a relatos sobre perdas, de tom melancólico, que abordam questões trágicas da vida e a sobrevivência sem recursos em Berlim; das histórias cômicas de expatriados russos às impactantes recordações da infância. Lidos em sequência, os textos de Contos reunidos oferecem uma visão da genialidade de Nabokov e de sua habilidade de transformar a linguagem em um instrumento de êxtase.