Coleção Vaga-Lume volta a reluzir

Coleção Vaga-Lume volta a reluzir

Quando agosto chegar, os jovens leitores brasileiros vão poder se deliciar com dez livros da Coleção Vaga-Lume cujo relançamento foi anunciado pela Editora Ática em celebração dos 50 anos de sua fundação. Os leitores experientes vão matar as saudades das histórias que leram na infância e na adolescência, muitas vezes como “leitura obrigatória”. Ainda este ano deve chegar aos cinemas a versão cinematográfica de “O Escaravelho do Diabo”, escrito por Lúcia Machado de Almeida. Saiba quais, dentre os mais de cem títulos da coleção, serão relançados:

 Coleção Vaga-Lume volta a reluzir Coleção Vaga-Lume Artigo

Dez títulos da série que há décadas encanta jovens leitores serão relançados este ano

Publicado no Gazeta do Povo

Quando agosto chegar, os jovens leitores brasileiros vão poder se deliciar com dez livros da Coleção Vaga-Lume cujo relançamento foi anunciado pela Editora Ática em celebração dos 50 anos de sua fundação. Os leitores experientes vão matar as saudades das histórias que leram na infância e na adolescência, muitas vezes como “leitura obrigatória”. Ainda este ano deve chegar aos cinemas a versão cinematográfica de “O Escaravelho do Diabo”, escrito por Lúcia Machado de Almeida. Saiba quais, dentre os mais de cem títulos da coleção, serão relançados:

A Aldeia Sagrada, Francisco Marins – A trama que mistura ficção e fatos históricos se passa no fim do século 19. Para escapar da seca no sertão da Bahia, o jovem Didico foge de casa e chega ao Arraial de Canudos bem no auge da ofensiva contra o Antônio Conselheiro, considerado inimigo da República.

Açúcar Amargo , Luiz Puntel – Marta é uma jovem cuja vida muda de rumo após a morte do irmão em um acidente. Após a tragédia, a família muda de cidade e adota a dura rotina dos boias-frias no corte da cana. Pedro, o pai, culpa Marta pela perda do filho e a impede de estudar, desencadeando uma série de desentendimentos.

A Ilha Perdida, Maria José Dupré – Em férias numa fazenda, os adolescentes Eduardo e Henrique decidem explorar uma misteriosa ilha para saber se são reais as histórias que ouvem sobre o lugar. Na aventura encontram o senhor Simão que desperta neles o respeito e o amor pela natureza.

A Turma da Rua Quinze, Marçal Aquino – Pedro, Serginho e Renato ficam preocupados com o desparecimento do amigo Marcão, que faz parte da turma. Em busca de respostas, procuram saber mais sobre um velho casarão da rua e sobre o estranho com uma horrível cicatriz no rosto que ronda o lugar.

Deu a Louca no Tempo, Marcelo Duarte – Escrito em 1999, o livro conta a história de um grupo de amigos que usam toda a criatividade na montagem de um projeto que terão de apresentar na feira de ciências organizada pela escola. O invento que criam é capaz de hipnotizar pessoas e trazer ao presente figuras ilustres da história.

Os Barcos de Papel, José Maviael Monteiro – Quatro meninos descobrem uma caverna misteriosa. Ao explorar o lugar, acabam se perdendo e topam com os bandidos Carlão e Sete Vidas, que decidem fingir que sequestram o quarteto e pedem aos pais uma bolada em dinheiro em troca do resgate.

O Escaravelho do Diabo, Lúcia Machado de Almeida – Nesse romance policial, Hugo recebe um misterioso pacote com um escaravelho dentro. Pouco depois, é assassinado. Ao tentar desvendar o crime, seu irmão, Alberto, descobre mais vítimas. Todas pessoas ruivas que receberam um escaravelho antes de serem mortas.

O Feijão e o Sonho, Orígenes Lessa – O poeta Campos Lara alimenta o sonho de viver apenas da literatura, alheio aos aspectos práticos da sobrevivência. Sua esposa, Maria Rosa, é o oposto: tem os pés no chão e se apega diariamente à luta pela vida. O conflito entre essas duas perspectivas de mundo tão distintas é o eixo da história.

Tonico, José Rezende Filho – Como único menino da família, Tonico assume o sustento da casa depois da morte precoce do pai. Para enfrentar a dureza do cotidiano, ele se aproxima cada vez mais de Carniça, amizade que a mãe desaprova. A obra confronta a vida livre de Carniça e as obrigações de “gente grande” de Tonico.

Spharion, Lúcia Machado de Almeida – Da mesma autora de O Escaravelho do Diabo, a história como ponto de partida o significado de Spharion, palavra que aparece gravada no rosto de um garimpeiro assassinado em Minas Gerais. Dico Saburó, um jovem dotado de poderes paranormais, é quem vai tentar desvendar o mistério.

 Coleção Vaga-Lume volta a reluzir Coleção Vaga-Lume Artigo

2 comentários em “Coleção Vaga-Lume volta a reluzirAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *