Clarice Lispector e a encenação da escritura em A via crucis do corpo – Nilze Maria de Azeredo Reguera

Clarice Lispector e a encenação da escritura em A via crucis do corpo – Nilze Maria de Azeredo Reguera

O interesse da autora em relação ao livro A via crucis do corpo, de Clarice Lispector, lançado em 1974, deve-se, num primeiro momento, ao fato de o mesmo ter sido considerado uma “obra menor”, um “desvio” ou, até mesmo, um “lixo”, quando comparado às demais publicações da autora, por ter sido escrito “por encomenda”, “às pressas”, num período em que a escritora passava por dificuldades financeiras. Buscando suscitar elementos que permitam a (re)avaliação dessa visão, Nilze Reguera apresenta uma leitura da obra sob a perspectiva da encenação, considerando como a simulação (“parecer” e “não-ser”) e a dissimulação (“não-parecer” e “ser”) se entrelaçam no texto.

 Clarice Lispector e a encenação da escritura em A via crucis do corpo – Nilze Maria de Azeredo Reguera Nilze Maria de Azeredo Reguera literatura brasileira Crítica Clarice Lispector

O interesse da autora em relação ao livro A via crucis do corpo, de Clarice Lispector, lançado em 1974, deve-se, num primeiro momento, ao fato de o mesmo ter sido considerado uma “obra menor”, um “desvio” ou, até mesmo, um “lixo”, quando comparado às demais publicações da autora, por ter sido escrito “por encomenda”, “às pressas”, num período em que a escritora passava por dificuldades financeiras. Buscando suscitar elementos que permitam a (re)avaliação dessa visão, Nilze Reguera apresenta uma leitura da obra sob a perspectiva da encenação, considerando como a simulação (“parecer” e “não-ser”) e a dissimulação (“não-parecer” e “ser”) se entrelaçam no texto.

 Clarice Lispector e a encenação da escritura em A via crucis do corpo – Nilze Maria de Azeredo Reguera Nilze Maria de Azeredo Reguera literatura brasileira Crítica Clarice Lispector

1 comentário em “Clarice Lispector e a encenação da escritura em A via crucis do corpo – Nilze Maria de Azeredo RegueraAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *