00aa580

Che: Os Últimos Dias de Um Herói – Héctor Oesterheld, Alberto Breccia

“Che: Os Últimos Dias de um Herói” é a clássica biografia em quadrinhos de Ernesto “Che” Guevara, lançada originalmente em 1968 na Argentina, três meses após a morte do guerrilheiro, e publicada agora, pela primeira vez, em edição de luxo no Brasil.

Obra-prima de texto e desenho, a HQ reúne dois gigantes dos quadrinhos latino-americanos: o roteirista argentino Hector Oesterheld e o desenhista uruguaio Alberto Breccia. Alcançou sucesso estrondoso e teve papel essencial na popularização de Che como herói latino-americano.

O livro foi proibido em 1973, mas isso não impediu uma terrível perseguição política aos autores –que culminou, em 1977, com a prisão, tortura e assassinato, pela ditadura argentina, de Oesterheld e suas quatro filhas. Em 1979, o jornalista italiano Alberto Ongaro revelou o depoimento de um oficial do exército argentino sobre o caso: “Demos um sumiço nele por ter feito a mais bela história de Che Guevara já escrita”.

“Che: Os Últimos Dias de um Herói” é a clássica biografia em quadrinhos de Ernesto “Che” Guevara, lançada originalmente em 1968 na Argentina, três meses após a morte do guerrilheiro, e publicada agora, pela primeira vez, em edição de luxo no Brasil.

Obra-prima de texto e desenho, a HQ reúne dois gigantes dos quadrinhos latino-americanos: o roteirista argentino Hector Oesterheld e o desenhista uruguaio Alberto Breccia. Alcançou sucesso estrondoso e teve papel essencial na popularização de Che como herói latino-americano.

O livro foi proibido em 1973, mas isso não impediu uma terrível perseguição política aos autores –que culminou, em 1977, com a prisão, tortura e assassinato, pela ditadura argentina, de Oesterheld e suas quatro filhas. Em 1979, o jornalista italiano Alberto Ongaro revelou o depoimento de um oficial do exército argentino sobre o caso: “Demos um sumiço nele por ter feito a mais bela história de Che Guevara já escrita”.

 

 

1 comentário em “Che: Os Últimos Dias de Um Herói – Héctor Oesterheld, Alberto BrecciaAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *