Cantares – Hilda Hilst

Cantares – Hilda Hilst

Cantares reúne dois livros integrais da produção poética de Hilda Hilst, separados originariamente por um intervalo de mais de dez anos: Cantares de perda e predileção (1983) e Cantares do sem nome e de partidas (1995). O conjunto permite ver, com nitidez, o emprego pessoal que a autora faz da forma dos cantares, que se define, nela, não como celebração sensual das núpcias dos amantes, mas como canto de despojos de uma guerra vital, ainda amorosa, mas precocemente perdida.

Cantares reúne dois livros integrais da produção poética de Hilda Hilst, separados originariamente por um intervalo de mais de dez anos: Cantares de perda e predileção (1983) e Cantares do sem nome e de partidas (1995). O conjunto permite ver, com nitidez, o emprego pessoal que a autora faz da forma dos cantares, que se define, nela, não como celebração sensual das núpcias dos amantes, mas como canto de despojos de uma guerra vital, ainda amorosa, mas precocemente perdida.

1 comentário em “Cantares – Hilda HilstAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *