Brutal – Luke Delaney

Brutal – Luke Delaney

Brutal é o primeiro thriller policial de Luke Delaney, que serviu por muitos anos na polícia londrina investigando crimes diversos, dos cometidos por assassinos em série aos resultados de conflitos entre gangues e máfias. Nos livros de Delaney, Sean Corrigan é o herói que encarna a missão de desvendar mortes e descobrir quem os cometeu, e fazê-los pagar. Corrigan, no entanto, não é um detetive comum. Sua infância sofrida e traumática – era abusado sexualmente pelo pai – despertou nele uma conexão com o lado obscuro do ser humano. Ao investigar cada morte, o detetive consegue imaginar – e mesmo sentir – o que motiva o assassino a realizar suas mortes. É essa intuição poderosa que vai orientar Sean Corrigan e sua eficiente e leal equipe na busca pelo assassino de Daniel Graydon. O assassino é um homem frio, que busca a cada morte aprimorar seus métodos de matar. Suas vítimas não têm perfil específico e ele pode agir tanto por impulso como ficar semanas estudando a rotina da sua “presa”. Pode ser homem, mulher, mais velho ou mais jovem. Não importa. O que há em comum, porém, é uma intensa crueldade revelada na brutalidade das mortes e no potencial que ela tem de infligir sofrimento à vítima. Calculista, ele evita ser visto e nunca deixa pistas na cena do crime, simulando sempre uma situação que possa confundir a polícia, como a de sugerir um crime passional, no caso de Graydon.

Brutal é o primeiro thriller policial de Luke Delaney, que serviu por muitos anos na polícia londrina investigando crimes diversos, dos cometidos por assassinos em série aos resultados de conflitos entre gangues e máfias. Nos livros de Delaney, Sean Corrigan é o herói que encarna a missão de desvendar mortes e descobrir quem os cometeu, e fazê-los pagar. Corrigan, no entanto, não é um detetive comum. Sua infância sofrida e traumática – era abusado sexualmente pelo pai – despertou nele uma conexão com o lado obscuro do ser humano. Ao investigar cada morte, o detetive consegue imaginar – e mesmo sentir – o que motiva o assassino a realizar suas mortes. É essa intuição poderosa que vai orientar Sean Corrigan e sua eficiente e leal equipe na busca pelo assassino de Daniel Graydon. O assassino é um homem frio, que busca a cada morte aprimorar seus métodos de matar. Suas vítimas não têm perfil específico e ele pode agir tanto por impulso como ficar semanas estudando a rotina da sua “presa”. Pode ser homem, mulher, mais velho ou mais jovem. Não importa. O que há em comum, porém, é uma intensa crueldade revelada na brutalidade das mortes e no potencial que ela tem de infligir sofrimento à vítima. Calculista, ele evita ser visto e nunca deixa pistas na cena do crime, simulando sempre uma situação que possa confundir a polícia, como a de sugerir um crime passional, no caso de Graydon.

1 comentário em “Brutal – Luke DelaneyAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *