Batman: Asilo Arkham – Grant Morrison, Dave McKean

Batman: Asilo Arkham – Grant Morrison, Dave McKean

Tão emblemático quanto Batman, o Asilo Arkham também paira sobre Gotham City. E, dentro de suas paredes estão os criminosos insanos que o Cavaleiro das Trevas vez após vez coloca lá dentro. As revoltas dos presos são frequentes e eles sempre tomam o asilo e seus funcionários como reféns. Geralmente é Batman quem tem que colocar tudo em ordem novamente. Porém, uma dessas vezes tudo foi orquestrado por um dos loucos que não estava dentro de uma cela: Grant Morrison.

Com o auxílio do artista gráfico Dave McKean, Morrison nos traz uma obra-prima que faz trio com Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller e A Piada Mortal, de Alan Moore. Uma viagem caótica ao centro da loucura, ciceroneada pelo mais insano dos inimigos de Batman: o Coriga.

Com carta branca para ir até onde quisesse, Morrison não poupa a sensibilidade de ninguém ao mostrar que o sanatório pode ser muito bem um lar para o próprio atormentado Homem Morcego. Afinal, como diz o Coringa, porque tirar sua máscara, esse é o rosto dele. O rosto de um homem no limite da sanidade, lutando contra seus pesadelos.

Entremeando a narrativa, temos a história de Amadeus Arkham, o homem que deu origem a esta séria casa em um sério mundo. Arkahm foi tão atormentado quanto os pacientes que viriam a fazer parte de sua moradia. Exorciza os demônios não seria o bastante. Era preciso curá-los. Assim, ele achava ser possível. Mas, a loucura sempre faz jus ao seu nome.

Batman: Asilo Arkham - Grant Morrison, Dave McKeanTão emblemático quanto Batman, o Asilo Arkham também paira sobre Gotham City. E, dentro de suas paredes estão os criminosos insanos que o Cavaleiro das Trevas vez após vez coloca lá dentro. As revoltas dos presos são frequentes e eles sempre tomam o asilo e seus funcionários como reféns. Geralmente é Batman quem tem que colocar tudo em ordem novamente. Porém, uma dessas vezes tudo foi orquestrado por um dos loucos que não estava dentro de uma cela: Grant Morrison.

Com o auxílio do artista gráfico Dave McKean, Morrison nos traz uma obra-prima que faz trio com Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller e A Piada Mortal, de Alan Moore. Uma viagem caótica ao centro da loucura, ciceroneada pelo mais insano dos inimigos de Batman: o Coriga.

Com carta branca para ir até onde quisesse, Morrison não poupa a sensibilidade de ninguém ao mostrar que o sanatório pode ser muito bem um lar para o próprio atormentado Homem Morcego. Afinal, como diz o Coringa, porque tirar sua máscara, esse é o rosto dele. O rosto de um homem no limite da sanidade, lutando contra seus pesadelos.

Entremeando a narrativa, temos a história de Amadeus Arkham, o homem que deu origem a esta séria casa em um sério mundo. Arkahm foi tão atormentado quanto os pacientes que viriam a fazer parte de sua moradia. Exorciza os demônios não seria o bastante. Era preciso curá-los. Assim, ele achava ser possível. Mas, a loucura sempre faz jus ao seu nome.