Balzac – François Taillandier

Balzac – François Taillandier

Em trinta anos de trabalho duro, assombrado pelas preocupações com dinheiro, Honoré de Balzac (1799-1850) publicou A comédia humana, monumento romanesco sem igual. Em quase uma centena de romances, novelas e contos deu vida a dezenas de personagens que se transformaram em mitos – Eugénie Grandet, o pai Goriot, o coronel Chabert, Eugène de Rastignac, Lucien de Rubempré, a prima Bette etc. Escrevendo obstinadamente, ele buscou a fama, a riqueza e a glória e sonhou com o amor da sua vida: uma aristocrata polonesa com quem se casaria somente às vésperas da prória morte. Balzac, ou o destino de um gênio.

Balzac – François TaillandierEm trinta anos de trabalho duro, assombrado pelas preocupações com dinheiro, Honoré de Balzac (1799-1850) publicou A comédia humana, monumento romanesco sem igual. Em quase uma centena de romances, novelas e contos deu vida a dezenas de personagens que se transformaram em mitos – Eugénie Grandet, o pai Goriot, o coronel Chabert, Eugène de Rastignac, Lucien de Rubempré, a prima Bette etc. Escrevendo obstinadamente, ele buscou a fama, a riqueza e a glória e sonhou com o amor da sua vida: uma aristocrata polonesa com quem se casaria somente às vésperas da prória morte. Balzac, ou o destino de um gênio.