Augusto – Moa Sipriano

Compartilhe:

Carente e confuso, a preocupação de Ricardo naquela semana atribulada fora decidir se iria comprar ou adotar um cãozinho de uma raça qualquer. Ele precisava aplacar a dor e a angústia de uma solidão voluntária que havia chegado ao seu limite. Num dos seus passeios pela praia, Ricardo encontrou um filhote abandonado e resolveu adotá-lo. Tudo se transformou em alegria e esperança de dias melhores. Mas o cão tinha um dono. A Providência então cruzou os destinos, fazendo com que Ricardo conhecesse Augusto. O verdadeiro dono do pequeno era um rapaz que também havia desistido de conviver em sociedade ou manter contato com um outro ser humano qualquer. Um cão foi o elo do encontro entre duas almas companheiras. Para Ricardo, era inexplicável o desejo de permanecer junto daquele homem misterioso. Mas a partir desse instante mágico nasceu o princípio de uma história de paixão, carinho, amor e sexo. Uma nova família era formada. Finalmente, era dado o início ao capítulo final de uma história que precisava realmente ser recomeçada.

Send a Comment

Your email address will not be published.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Gostou do epubr.club? Por favor, espalhe a palavra :)