As Verdes Colinas de África – Ernest Hemingway

As Verdes Colinas de África – Ernest Hemingway

As Verdes Colinas de África divide-se em quatro partes: “caça e conversa”, “caça recordada”, “caça e derrota”, e “caça e felicidade”. A história que se conta nestes quatro segmentos é a de três caçadas com êxito ao leão, ao búfalo e ao rinoceronte, e a de uma longa caçada, apenas em parte bem sucedida, ao antílope. Para quem pensa que Hemingway era uma pessoa incapaz de autocrítica, o livro será uma revelação. Hemingway, o escritor, escrutina aqui as complexas motivações de Hemingway, a personagem, e não hesita em criticar este último por quase ter estragado todo o prazer de uma aventura excepcional, com o seu desejo infantil de provar que é melhor caçador do que o seu amigo Karl. Os leitores a quem a história de uma caçada em África não interessa de forma muito especial têm de qualquer maneira boas razões para ler As Verdes Colinas…

As Verdes Colinas de África divide-se em quatro partes: “caça e conversa”, “caça recordada”, “caça e derrota”, e “caça e felicidade”. A história que se conta nestes quatro segmentos é a de três caçadas com êxito ao leão, ao búfalo e ao rinoceronte, e a de uma longa caçada, apenas em parte bem sucedida, ao antílope. Para quem pensa que Hemingway era uma pessoa incapaz de autocrítica, o livro será uma revelação. Hemingway, o escritor, escrutina aqui as complexas motivações de Hemingway, a personagem, e não hesita em criticar este último por quase ter estragado todo o prazer de uma aventura excepcional, com o seu desejo infantil de provar que é melhor caçador do que o seu amigo Karl. Os leitores a quem a história de uma caçada em África não interessa de forma muito especial têm de qualquer maneira boas razões para ler As Verdes Colinas…

1 comentário em “As Verdes Colinas de África – Ernest HemingwayAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *