As três ordens ou o imaginário do feudalismo – Georges Duby

As três ordens ou o imaginário do feudalismo – Georges Duby

No século XVII, a ordem social ou ordem política na França era definida por três palavras – Clero, Nobreza e o Terceiro Estado. Três ‘estados’, três categorias estabelecidas, estáveis, três divisões hierarquizadas. Nesta obra, Georges Duby compara textos significativos para a época, como o Tratado das Ordens de Loyseau e textos anteriores a este, como os de Gerardo de Cambrai e de Adalberão de Laon, procurando mostrar como essa imagem social sob a forma de trifuncionalidade foi construída na França e qual ideologia ela carregava. A obra está dividida em quatro partes – Campo de Investigação, Circunstâncias, Eclipse e Ressurgência.

As três ordens ou o imaginário do feudalismo - Georges DubyNo século XVII, a ordem social ou ordem política na França era definida por três palavras – Clero, Nobreza e o Terceiro Estado. Três ‘estados’, três categorias estabelecidas, estáveis, três divisões hierarquizadas. Nesta obra, Georges Duby compara textos significativos para a época, como o Tratado das Ordens de Loyseau e textos anteriores a este, como os de Gerardo de Cambrai e de Adalberão de Laon, procurando mostrar como essa imagem social sob a forma de trifuncionalidade foi construída na França e qual ideologia ela carregava. A obra está dividida em quatro partes – Campo de Investigação, Circunstâncias, Eclipse e Ressurgência.

1 comentário em “As três ordens ou o imaginário do feudalismo – Georges DubyAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *