As Máximas de Epicteto – Epicteto

As Máximas de Epicteto – Epicteto

As coisas, dizia Epicteto, são de duas classes: umas dependem de nós, as outras, não. Dentre estas últimas estão o nosso corpo e sua integridade, as riquezas e as honras que nos são inteiramente alheias. Nosso bem e nosso mal, ao contrário, estão completamente dentro da es fera de nosso poder. Agir bem é agir conforme a nossa natureza e a nossa razão. A verdadeira virtude consiste em suportar e abster-se. A vontade é tudo no homem, e para fortificá-la há que atender a Deus.

As Máximas de Epicteto – EpictetoAs coisas, dizia Epicteto, são de duas classes: umas dependem de nós, as outras, não. Dentre estas últimas estão o nosso corpo e sua integridade, as riquezas e as honras que nos são inteiramente alheias. Nosso bem e nosso mal, ao contrário, estão completamente dentro da es fera de nosso poder. Agir bem é agir conforme a nossa natureza e a nossa razão. A verdadeira virtude consiste em suportar e abster-se. A vontade é tudo no homem, e para fortificá-la há que atender a Deus.

 

1 comentário em “As Máximas de Epicteto – EpictetoAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *