As Esganadas – Jô Soares

As Esganadas – Jô Soares

Para investigar os crimes, o famigerado chefe de polícia Filinto Müller designa um delegado ranzinza, assessorado por um auxiliar obtuso e medroso, e que contará com a inestimável ajuda de um sofisticado e culto ex-inspetor.

Na perseguição ao criminoso, os três investigadores ganham a desejável companhia de uma jovem linda, destemida, viajada e moderna, que é repórter e fotógrafa da principal revista ilustrada do país. Com a verve que lhe é característica, Jô consegue, neste As esganadas, realizar a façanha de narrar uma série de crimes brutais, com requintes inimagináveis de crueldade, e deixar o leitor com um sorriso satisfeito nos lábios.

Para investigar os crimes, o famigerado chefe de polícia Filinto Müller designa um delegado ranzinza, assessorado por um auxiliar obtuso e medroso, e que contará com a inestimável ajuda de um sofisticado e culto ex-inspetor.

Na perseguição ao criminoso, os três investigadores ganham a desejável companhia de uma jovem linda, destemida, viajada e moderna, que é repórter e fotógrafa da principal revista ilustrada do país. Com a verve que lhe é característica, Jô consegue, neste As esganadas, realizar a façanha de narrar uma série de crimes brutais, com requintes inimagináveis de crueldade, e deixar o leitor com um sorriso satisfeito nos lábios.

12 comentários em “As Esganadas – Jô SoaresAdicione o seu →

  1. único livro do Jô, que eu ainda n li. Recomendo a leitura de "Assassinatos na Academia Brasileira de Letras", "O Homem que Matou Getúlio Vargas" e "O Xangô de Baker Street", o último citado, é o melhor na minha opiniao! Valew Exilado!

  2. Jô Soares nos apresenta uma leitura facil com personagens interessantes, uma boa trama sem complicação. Comecei lendo o Xangô de Baker Street e gostei muito do estilo do Jô, recomendo, leio agora o Caso das Esganadas que estou gostando muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *