As Atribulações de um Chinês na China – Jules Verne

As Atribulações de um Chinês na China – Jules Verne

Kin-Fo é um jovem extremamente rico e entediado que não vê sentido na vida, e nem a perspetiva do seu casamento com a bela Lé-ou consegue animá-lo. Seu grande amigo Wang, o filósofo, acusa-o de não dar valor à felicidade porque nunca passou por provação alguma, já que sempre teve tudo. Um dia, porém, a desgraça bate à porta de Kin-Fo: o banco americano no qual depositara toda a sua fortuna faliu. Kin-Fo então assina contrato de seguro do qual Lé-ou e Wang são beneficiários. Pede então a Wang que se comprometa a matá-lo. Wang desaparece, ao mesmo tempo em que Kin-Fo descobre que sua fortuna continua intacta. O medo vira pânico quando Wang avisa que repassou a tarefa a um frio assassino.

Kin-Fo é um jovem extremamente rico e entediado que não vê sentido na vida, e nem a perspetiva do seu casamento com a bela Lé-ou consegue animá-lo. Seu grande amigo Wang, o filósofo, acusa-o de não dar valor à felicidade porque nunca passou por provação alguma, já que sempre teve tudo. Um dia, porém, a desgraça bate à porta de Kin-Fo: o banco americano no qual depositara toda a sua fortuna faliu. Kin-Fo então assina contrato de seguro do qual Lé-ou e Wang são beneficiários. Pede então a Wang que se comprometa a matá-lo. Wang desaparece, ao mesmo tempo em que Kin-Fo descobre que sua fortuna continua intacta. O medo vira pânico quando Wang avisa que repassou a tarefa a um frio assassino.