Armadilha para um Detective – Erle Stanley Gardner

Armadilha para um Detective – Erle Stanley Gardner

A obra de Erle Stanley Gardner é um testemunho indiscutível da capacidade de criação ficionista nos domínios do raciocínio, da psicologia criminal e do comportamento do indivíduo no seio de uma sociedade em ebulição. E, nessa condição, permanecerá no patrimônio cultural internacional, como um padrão inesquecível.

Armadilha para um Detective - A. A. Fair (Erle Stanley Gardner)A obra de Erle Stanley Gardner é um testemunho indiscutível da capacidade de criação ficionista nos domínios do raciocínio, da psicologia criminal e do comportamento do indivíduo no seio de uma sociedade em ebulição. E, nessa condição, permanecerá no patrimônio cultural internacional, como um padrão inesquecível.

Erle Stanley Gardner (Malden, Massachusetts, 17 de julho de 1889 — Temecula, Califórnia, 11 de março de 1970) , foi um advogado criminalista norte-americano e escritor de histórias de detetives que também publicou sob os pseudônimos: A.A. Fair, Kyle Corning, Charles M. Green, Carleton Kendrake, Charles J. Kenny, Les Tillray, e Robert Parr. Foi o criador do detetive Perry Mason, de Della Street, confidente de Mason e de Paul Drake, um velho amigo de Mason que é chefe da Agência Detetive Drake.
Erle Stanley criou sob o pseudônimo de A.A. Fair, os detetives Donald Lam e Bertha Cool, que apareceram pela primeira vez na história Divórcio Sangrento.

1 comentário em “Armadilha para um Detective – Erle Stanley GardnerAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *