Aquela água toda – João Luis Anzanello Carrascoza

Aquela água toda – João Luis Anzanello Carrascoza

Contos em torno de experiências marcantes de iniciação: o primeiro amor, a decepção com um amigo, o encontro com o mar, num tom delicado e íntimo.

Um dos contistas mais talentosos da literatura brasileira contemporânea, João Anzanello Carrascoza traz ao catálogo juvenil da Cosac Naify o primeiro livro de contos de um autor brasileiro lançado pela editora. Com sua já conhecida prosa poética, Carrascoza faz, em Aquela água toda, uma bonita celebração da vida ao transformar situações cotidianas – e aparentemente banais, em acontecimentos memoráveis e profundos. Em comum, as onze histórias reúnem relatos de primeiras experiências ou vivências marcantes – o primeiro amor, a primeira decepção com um amigo, o encontro com o mar, a mudança de casa. Ambientadas quase sempre dentro do núcleo familiar, envolvem a delicada – e por vezes conturbada – convivência entre pais, mães, filhos e tios, suas descobertas, fraquezas, tristezas e surpresas. Em seu primeiro trabalho em livro de ficção, a artista Leya Mira Brander, da Galeria Vermelho, criou imagens-síntese de cada conto que, impressas em papel gordura, proporcionam, pela transparência, a sensação de continuidade e acúmulo, como se cada episódio narrado fosse parte de toda uma vida.

Contos em torno de experiências marcantes de iniciação: o primeiro amor, a decepção com um amigo, o encontro com o mar, num tom delicado e íntimo.
Um dos contistas mais talentosos da literatura brasileira contemporânea, João Anzanello Carrascoza traz ao catálogo juvenil da Cosac Naify o primeiro livro de contos de um autor brasileiro lançado pela editora. Com sua já conhecida prosa poética, Carrascoza faz, em Aquela água toda, uma bonita celebração da vida ao transformar situações cotidianas – e aparentemente banais, em acontecimentos memoráveis e profundos. Em comum, as onze histórias reúnem relatos de primeiras experiências ou vivências marcantes – o primeiro amor, a primeira decepção com um amigo, o encontro com o mar, a mudança de casa. Ambientadas quase sempre dentro do núcleo familiar, envolvem a delicada – e por vezes conturbada – convivência entre pais, mães, filhos e tios, suas descobertas, fraquezas, tristezas e surpresas. Em seu primeiro trabalho em livro de ficção, a artista Leya Mira Brander, da Galeria Vermelho, criou imagens-síntese de cada conto que, impressas em papel gordura, proporcionam, pela transparência, a sensação de continuidade e acúmulo, como se cada episódio narrado fosse parte de toda uma vida.

Links Retirados
Links Retirados

2 comentários em “Aquela água toda – João Luis Anzanello CarrascozaAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *