Adeus, minha adorada – Raymond Chandler

Adeus, minha adorada – Raymond Chandler

Oito anos na cadeia por assalto a banco não foram suficientes para que Búfalo Maloy esquecesse Velma. Ao sair da cadeia foi direto ao mesmo Florian’s bar, onde ela cantava. Precisava ouvi-la dizer – ‘Malloy querido, esperei por você todos estes anos’. Mas o Florian’s era agora um bar de negros e ela não cantava mais ali. Muitas coisas mudam em oito anos, menos o seu amor. A qualquer custo ela a encontraria.

Um problema ideal para Philip Marlowe. Ação, perigo, poucos dólares (para Marlowe, claro) e muito risco. Afinal ele era um cara durão, uma parada indigesta, mas tinha um defeito; no fundo, era um sentimental.

Adeus, minha adorada - Raymond ChandlerOito anos na cadeia por assalto a banco não foram suficientes para que Búfalo Maloy esquecesse Velma. Ao sair da cadeia foi direto ao mesmo Florian’s bar, onde ela cantava. Precisava ouvi-la dizer – ‘Malloy querido, esperei por você todos estes anos’. Mas o Florian’s era agora um bar de negros e ela não cantava mais ali. Muitas coisas mudam em oito anos, menos o seu amor. A qualquer custo ela a encontraria.

Um problema ideal para Philip Marlowe. Ação, perigo, poucos dólares (para Marlowe, claro) e muito risco. Afinal ele era um cara durão, uma parada indigesta, mas tinha um defeito; no fundo, era um sentimental.

Doação do Leitor