A Tragédia da Rua das Flores – Eça de Queirós

A Tragédia da Rua das Flores – Eça de Queirós

A história de Genovena, mulher madura e amante de muitos homens, e de Vítor, um jovem inexperiente de 23 anos, cujo amor desenfreado conduz a trágicos eventos.

Uma das primeiras obras “realistas” de Eça de Queirós, escrita logo após o “Crime do Padre Amaro”, entre 1877 e 1878, quando o próprio era cônsul em Newcastle, Inglaterra; no entanto, só em 1980, mais de 100 anos depois de ter sido escrita, é que esta obra teve a sua primeira publicação, altura em que deixou de estar na posse dos herdeiros e passou a pertencer ao domínio público.

A história de Genovena, mulher madura e amante de muitos homens, e de Vítor, um jovem inexperiente de 23 anos, cujo amor desenfreado conduz a trágicos eventos.

Uma das primeiras obras “realistas” de Eça de Queirós, escrita logo após o “Crime do Padre Amaro”, entre 1877 e 1878, quando o próprio era cônsul em Newcastle, Inglaterra; no entanto, só em 1980, mais de 100 anos depois de ter sido escrita, é que esta obra teve a sua primeira publicação, altura em que deixou de estar na posse dos herdeiros e passou a pertencer ao domínio público.