A propaganda brasileira depois de Washington Olivetto – João Renha

A propaganda brasileira depois de Washington Olivetto – João Renha

As melhores campanhas do grande gênio da publicidade brasileira em livro Difícil imaginar quem não tenha assistido aos inesquecíveis comerciais do garoto-propaganda das mil e uma utilidades e não tenha se perguntado: quem teve essa ideia genial? Esse alguém tem as sacadas mais marcantes da propaganda brasileira e seu nome é Washington Olivetto. “A propaganda brasileira depois de Washington Olivetto”, do redator publicitário e professor de comunicação João Renha, retoma a carreira deste brilhante profissional. O autor realiza um minucioso estudo das campanhas de Olivetto, analisando desde os verbos e adjetivos empregados com mais frequência, até o número de vezes em que uma determinada palavra aparece nos anúncios e filmes criados por ele. Ganhador de mais de 50 Leões em Cannes – festival que anualmente premia os melhores da publicidade –, Olivetto está entre os mais brilhantes e aclamados nomes da área em esfera mundial. Mais do que analisar o que foi produzido por este gênio, esta obra explora de forma pioneira como as histórias do “primeiro sutiã”, do “garoto-propaganda das mil e uma utilidades” e de tantas outras campanhas de sucesso foram criadas, para descobrir se existe ou não uma fórmula para desenvolver peças publicitárias de sucesso. Trata-se de um livro imperdível para quem quer conhecer melhor o processo criativo de um dos publicitários mais reverenciados do mundo.

As melhores campanhas do grande gênio da publicidade brasileira em livro Difícil imaginar quem não tenha assistido aos inesquecíveis comerciais do garoto-propaganda das mil e uma utilidades e não tenha se perguntado: quem teve essa ideia genial? Esse alguém tem as sacadas mais marcantes da propaganda brasileira e seu nome é Washington Olivetto. “A propaganda brasileira depois de Washington Olivetto”, do redator publicitário e professor de comunicação João Renha, retoma a carreira deste brilhante profissional. O autor realiza um minucioso estudo das campanhas de Olivetto, analisando desde os verbos e adjetivos empregados com mais frequência, até o número de vezes em que uma determinada palavra aparece nos anúncios e filmes criados por ele. Ganhador de mais de 50 Leões em Cannes – festival que anualmente premia os melhores da publicidade –, Olivetto está entre os mais brilhantes e aclamados nomes da área em esfera mundial. Mais do que analisar o que foi produzido por este gênio, esta obra explora de forma pioneira como as histórias do “primeiro sutiã”, do “garoto-propaganda das mil e uma utilidades” e de tantas outras campanhas de sucesso foram criadas, para descobrir se existe ou não uma fórmula para desenvolver peças publicitárias de sucesso. Trata-se de um livro imperdível para quem quer conhecer melhor o processo criativo de um dos publicitários mais reverenciados do mundo.

1 comentário em “A propaganda brasileira depois de Washington Olivetto – João RenhaAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *