A Orquídea e o Serial Killer – Juremir Machado da Silva

A Orquídea e o Serial Killer – Juremir Machado da Silva

O olhar do cronista é treinado para enxergar aquilo que um passante comum não vê; assim, ele apreende o cotidiano de forma única e singular. Reunindo cerca de cem textos publicados a partir de 2000 no jornal Correio do Povo (RS), A orquídea e o serial killer revela as múltiplas facetas do olhar de Juremir Machado da Silva. Sempre tendo como pano de fundo a cidade e seus habitantes, Juremir analisa a cultura popular e a erudita, fala sobre amor, futebol e família com a mesma desenvoltura com a qual revela como “matou” três filósofos franceses, em uma crônica hilária.
Esta antologia também é uma aula para estudantes de jornalismo, que têm aqui um belo exemplar do exercício diário na imprensa.

O olhar do cronista é treinado para enxergar aquilo que um passante comum não vê; assim, ele apreende o cotidiano de forma única e singular. Reunindo cerca de cem textos publicados a partir de 2000 no jornal Correio do Povo (RS), A orquídea e o serial killer revela as múltiplas facetas do olhar de Juremir Machado da Silva. Sempre tendo como pano de fundo a cidade e seus habitantes, Juremir analisa a cultura popular e a erudita, fala sobre amor, futebol e família com a mesma desenvoltura com a qual revela como “matou” três filósofos franceses, em uma crônica hilária.
Esta antologia também é uma aula para estudantes de jornalismo, que têm aqui um belo exemplar do exercício diário na imprensa.

1 comentário em “A Orquídea e o Serial Killer – Juremir Machado da SilvaAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *