A Mulher Desiludida – Simone de Beauvoir

A Mulher Desiludida – Simone de Beauvoir

Esta obra contém 2 contos curtos que procuram expressar a fragilidade da mulher moderna – do envelhecimento até a solidão, culminando na indiferença do ser amado. As histórias deste livro buscam mostrar uma visão compassiva e lúcida sobre as desigualdades e complexidades da vida.

“Estas histórias não encerram uma moral; quem buscasse nelas uma lição estaria enganado: minha intenção foi completamente diferente. Vivemos apenas uma vida, mas por simpatia podemos às vezes sair de nossa própria pele. Procurei transmitir aos meus leitores algumas experiências das quais participei de forma indireta. Eu havia recebido confidências de várias mulheres de cerca de quarenta anos, abandonadas pelos maridos, que haviam encontrado outras. Apesar da diversidade de suas personalidades e das circunstâncias de suas histórias, havia nelas muitos pontos em comum. Sinto-me solidária com as mulheres que assumiram suas vidas e que lutam para ter sucesso, o que não me impede, porém, de interessar-me pelas que não conseguiram alcançá-lo.” – Simone de Beauvoir, em Balanço final.

Esta obra contém 2 contos curtos que procuram expressar a fragilidade da mulher moderna – do envelhecimento até a solidão, culminando na indiferença do ser amado. As histórias deste livro buscam mostrar uma visão compassiva e lúcida sobre as desigualdades e complexidades da vida.

“Estas histórias não encerram uma moral; quem buscasse nelas uma lição estaria enganado: minha intenção foi completamente diferente. Vivemos apenas uma vida, mas por simpatia podemos às vezes sair de nossa própria pele. Procurei transmitir aos meus leitores algumas experiências das quais participei de forma indireta. Eu havia recebido confidências de várias mulheres de cerca de quarenta anos, abandonadas pelos maridos, que haviam encontrado outras. Apesar da diversidade de suas personalidades e das circunstâncias de suas histórias, havia nelas muitos pontos em comum. Sinto-me solidária com as mulheres que assumiram suas vidas e que lutam para ter sucesso, o que não me impede, porém, de interessar-me pelas que não conseguiram alcançá-lo.” – Simone de Beauvoir, em Balanço final.

1 comentário em “A Mulher Desiludida – Simone de BeauvoirAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *