A Miséria do Historicismo – Karl R. Popper

A Miséria do Historicismo – Karl R. Popper

O historicismo, tal qual relata Popper, é um método que pretende edificar uma História teórica, isto é, uma ciência histórica na qual seja possível o conhecimento científico do desenvolvimento histórico. Para tanto se requer, como quer fazer crer os adeptos de tal método, o conhecimento das regras, leis e sistemática do desenvolvimento histórico, isto é, se requer uma teoria da História tal como formula Marx ou Hegel em seus sistemas filosóficos. Não será apresentado aqui, dados os objetivos deste texto, nenhuma descrição destes dois sistemas. Apenas serão observadas — uma vez que Popper não trata propriamente de Filosofia — quais são as implicações e problemas do método historicista para as teorias científicas.

O historicismo, tal qual relata Popper, é um método que pretende edificar uma História teórica, isto é, uma ciência histórica na qual seja possível o conhecimento científico do desenvolvimento histórico. Para tanto se requer, como quer fazer crer os adeptos de tal método, o conhecimento das regras, leis e sistemática do desenvolvimento histórico, isto é, se requer uma teoria da História tal como formula Marx ou Hegel em seus sistemas filosóficos. Não será apresentado aqui, dados os objetivos deste texto, nenhuma descrição destes dois sistemas. Apenas serão observadas — uma vez que Popper não trata propriamente de Filosofia — quais são as implicações e problemas do método historicista para as teorias científicas.

1 comentário em “A Miséria do Historicismo – Karl R. PopperAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *