A Máquina do Tempo – H. G. Wells

A Máquina do Tempo – H. G. Wells

Um cientista constrói a primeira máquina de viajar no Tempo e com ela percorre as diversas etapas da civilização humana, até chegar ao longínquo futuro, que ele supõe ser a Idade de Ouro da humanidade. O homem venceu a Natureza e o mundo inteiro é um jardim. O trabalho, as doenças, a guerra, a competição econômica e social parecem ter desaparecido. A nova raça vive exclusivamente para o amor e a diversão, ninguém envelhece.
Mas como funciona essa sociedade? Quem a sustenta? De onde vêm os belos tecidos com que todos se vestem? E que são, ou quem são, esses animais noturnos que os habitantes do Mundo Superior tanto temem?
Pouco a pouco, o Viajante do Tempo toma contato com a verdadeira realidade desse mundo do futuro, que de risonho e bucólico se converte num cenário de pesadelo. O encontro com a bela e frágil Weena vai transformar completamente sua visão do ano 802.701 da era cristã, e as duas flores que traz na volta provarão que essa espantosa viagem não foi apenas um sonho. A Máquina do Tempo, que consagrou H. G. Wells e lhe deu renome mundial, é considerado, juntamente com A Guerra dos Mundos, uma das pedras angulares da literatura de antecipação e da ficção científica. Obra ao mesmo tempo lírica e polêmica, inspirou numerosos livros nas mais diversas línguas.
A tradução que apresentamos, de Fausto Cunha, sobre o texto integral e definitivo, foi feita especialmente para a Coleção Mundos da Ficção Científica.

Um cientista constrói a primeira máquina de viajar no Tempo e com ela percorre as diversas etapas da civilização humana, até chegar ao longínquo futuro, que ele supõe ser a Idade de Ouro da humanidade. O homem venceu a Natureza e o mundo inteiro é um jardim. O trabalho, as doenças, a guerra, a competição econômica e social parecem ter desaparecido. A nova raça vive exclusivamente para o amor e a diversão, ninguém envelhece.
Mas como funciona essa sociedade? Quem a sustenta? De onde vêm os belos tecidos com que todos se vestem? E que são, ou quem são, esses animais noturnos que os habitantes do Mundo Superior tanto temem?
Pouco a pouco, o Viajante do Tempo toma contato com a verdadeira realidade desse mundo do futuro, que de risonho e bucólico se converte num cenário de pesadelo. O encontro com a bela e frágil Weena vai transformar completamente sua visão do ano 802.701 da era cristã, e as duas flores que traz na volta provarão que essa espantosa viagem não foi apenas um sonho. A Máquina do Tempo, que consagrou H. G. Wells e lhe deu renome mundial, é considerado, juntamente com A Guerra dos Mundos, uma das pedras angulares da literatura de antecipação e da ficção científica. Obra ao mesmo tempo lírica e polêmica, inspirou numerosos livros nas mais diversas línguas.
A tradução que apresentamos, de Fausto Cunha, sobre o texto integral e definitivo, foi feita especialmente para a Coleção Mundos da Ficção Científica.

1 comentário em “A Máquina do Tempo – H. G. WellsAdicione o seu →

  1. Você deveria ler “A Máquina do Tempo”. Primeiro porque vai entender muitas coisas produzidas depois, como filmes, música e outros livros – esse livro foi referência para um milhão de coisas que você provavelmente conhece. Depois, porque a crítica social que H. G. Wells faz é, para dizer o mínimo, genial. É datado. Funciona mais para aquela sociedade inglesa que via o crescimento avassalador da Revolução Industrial. Mas ainda assim é impossível pensar nos Morlocks sem criar um nível de identificação com a sociedade atual.

  2. O filme clássico com Rod Taylor é muito melhor que esse atual, Jeremy Irons como um personagem inexistente no livro ficou muito caricato! Parecia supervilão de sessão da tarde! O filme de 1960 foi muito mais fiel!!

  3. o filme de 1960 é melhor do que o de 2002, então procurem o filme de 1960, um dos filmes mais incriveis que já vi, e olha que na epoca nao tinah efeitos especiais. É noix na fita manowww, vamo baixar esse

  4. o filme de 1960 é melhor do que o de 2002, então procurem o filme de 1960, um dos filmes mais incriveis que já vi, e olha que na epoca nao tinah efeitos especiais. É noix na fita manowww, vamo baixar esse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *