A Mão do Finado – Alfredo Hogon

A Mão do Finado – Alfredo Hogon

“A Mão do Finado”, foi inicialmente publicado no “Jornal do Comércio”, do Rio, como sendo da autoria de Alexandre Dumas e continuação de “O Conde de Monte Cristo”. Na verdade, quem o escreveu foi o jornalista português Alfredo Possolo Hogan. Dumas chegou a escrever uma carta protestando contra tal empulhação, mas de nada adiantou. “A Mão do Finado” foi depois editado em livro, em Portugal, e, por incrível que pareça, traduzido para o francês e incluído nas obras completas do mestre francês.

A Mão do Finado – Alfredo Hogon“A Mão do Finado”, foi inicialmente publicado no “Jornal do Comércio”, do Rio, como sendo da autoria de Alexandre Dumas e continuação de “O Conde de Monte Cristo”. Na verdade, quem o escreveu foi o jornalista português Alfredo Possolo Hogon. Dumas chegou a escrever uma carta protestando contra tal empulhação, mas de nada adiantou. “A Mão do Finado” foi depois editado em livro, em Portugal, e, por incrível que pareça, traduzido para o francês e incluído nas obras completas do mestre francês.