A Liberdade – Zygmunt Bauman

Compartilhe:

Zygmunt Bauman é um dos pensadores mais profícuos do nosso tempo e acerca do nosso tempo. Sua produção analisa a transição das sociedades do mundo moderno para o mundo pós-moderno.
Se na modernidade as  sociedades levaram ao paroxismo a ideia de controle, cujos resultados mais perturbadores foram o totalitarismo e o holocausto, na pós-modernidade elas parecem engajadas em levar ao paroxismo a ideia de liberdade. Em Liberdade, Bauman nos revela que o conceito é pleno de ambiguidades. Horizonte dos nossos desejos, na liberdade ha o acerto e o erro, conquistas e fracassos. Fruto das relações sociais, a liberdade tem muitas histórias e significados. O seu futuro não está determinado pelo passado. Ela se encontra em uma encruzilhada da qual nascem múltiplos caminhos. Alguns sugerem que ela pode nos conduzir á exacerbação das emoções, á satisfação do prazer e da felicidade pelo consumismo ilimitado.
Outros nos advertem que existem grossas paredes e neblina espessa que nos impedem de vislumbrar o seu futuro. Em suma, Bauman nos mostra que essa sociedade que nos chama a romper todos os limites em nome da liberdade, é a mesma que nos limita e aprisiona.

(Visited 455 times, 1 visits today)
Compartilhe:

Send a Comment

Your email address will not be published.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Gostou do epubr.club? Por favor, espalhe a palavra :)