A ilha dos mortos – As Crônicas dos Mortos #04 – Rodrigo de Oliveira

A ilha dos mortos – As Crônicas dos Mortos #04 – Rodrigo de Oliveira

Muitos anos se passaram desde que a maior colônia de sobreviventes do Apocalipse zumbi se transferiu para Ilhabela. Separada do continente por uma faixa de 1 km de mar atlântico, a ilha surge como um ambiente seguro para as novas gerações, estrategicamente distante das ameaças da Senhora dos Mortos e sua horda de zumbis.

Muitos anos se passaram desde que a maior colônia de sobreviventes do Apocalipse zumbi se transferiu para Ilhabela. Separada do continente por uma faixa de 1 km de mar atlântico, a ilha surge como um ambiente seguro para as novas gerações, estrategicamente distante das ameaças da Senhora dos Mortos e sua horda de zumbis.

Desde então, muitas coisas mudaram. Personagens importantes morreram, e novos combatentes foram treinados para erguer a comunidade e recriar o sistema de administração e leis. Parecia que o mundo estava retomando o seu curso de paz.

Os habitantes de Ilhabela têm agora formas mais seguras de lidar com os zumbis, porém descobrem que alguns deles também mudaram. A forma de contaminação se tornou mais rápida. Eles estão mais selvagens, ágeis e violentos. Sejam apresentados a uma evolução dentre os próprios mortos-vivos…

E este não é o único novo problema. Com a reorganização da sociedade, o poder retoma o seu valor, o que também atrai ainda mais perigos.

Há ainda uma grande espera pelo reencontro das irmãs, Isabel e Jezebel.

Este livro traz o surgimento de uma nova era, cruel e implacável, em que a perseverança dos sobreviventes e seus líderes será testada de forma muito diferente. Um livro cheio de reviravoltas, movimentos bruscos, cenas impensáveis.

“Onde encontrar esperança para continuar lutando quando a sua maior razão para viver se foi para sempre?”

1 comentário em “A ilha dos mortos – As Crônicas dos Mortos #04 – Rodrigo de OliveiraAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *