A ilha do dia anterior – Umberto Eco

Compartilhe:

O navio de um jovem piemontês da pequena nobreza de Montferrato naufraga nos mares do sul. Agarrado numa tábua ele chega a outro navio, completamente desabitado, mas cheio de objetos e recordações. O náufrago revive, então, em sua memória, histórias que descortinam a cultura, a filosofia e a sociedade do século XVII.


(Visited 17 times, 1 visits today)
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *