A Herança Messiânica – Michael Baigent, Richarc Leigh, Henry Lincoln

A Herança Messiânica – Michael Baigent, Richarc Leigh, Henry Lincoln

Continuação do controverso ‘O santo graal e a linhagem sagrada’, este livro é ao mesmo tempo um trabalho de investigação bíblica e um estudo profundo dos valores modernos.

A busca começa pelas origens e a difusão do pensamento cristão primitivo e as discrepâncias entre esse pensamento e o que hoje chamamos de cristianismo. Na verdade, constatamos que Jesus não foi ele próprio o fundador do cristianismo, e é possível até que tenha havido mais de um Cristo. De suma importância, contudo, é a ideia de um messias e seu significado para os contemporâneos de Jesus. O que emerge é um princípio do messiado em flagrante desacordo com o princípio destilado pela tradição cristã ao longo dos séculos.

Mas que relevância poderia ter o conceito de messiado nos dias de hoje? Como ele é compreendido por aqueles que o proclamam? Para responder a esta pergunta, os autores se lançam numa ampla investigação sobre o mal-estar do mundo ocidental contemporâneo; a desintegração do sentido e a busca de novo sentido; os valores muitas vezes não questionados; o espectro das religiões substitutas; e o fracasso da religião organizada quanto a satisfazer as necessidades de seus fiéis. Os autores examinam fontes alternativas de sentido, desde Jung e as artes até a instituição da monarquia, que podem todas desempenhar uma função crucial ao impedir a desintegração de um mundo fragmentado. Sustentam que a religião pode ter um papel vital a desempenhar no futuro da sociedade ocidental, mas que, para tanto, terá de se transformar.

Mas a investigação não pára aqui. Para os autores, como para muitos leitores de O santo graal e a linhagem sagrada, ainda-paira muito mistério em torno da elusiva sociedade secreta do Prieuré de Sion, “os guardiães do santo graal”. Que está fazendo o Prieuré atualmente? Qual o seu poder? De que tipo de recursos dispõe? Que tipo de pessoas são seus membros? A resposta a estas perguntas acarreta uma eletrizante história de aventura dos nossos dias, envolvendo jornalistas fantasmas, assinaturas falsas, documentos adulterados e uma teia de desinfor-mação cuidadosamente tecida. O leitor é arrastado para o submundo dos negócios europeus e norte-americanos, em que políticos, o Vaticano, as altas finanças, a maçonaria e outras sociedades secretas, ordem de neocav-alaria e várias agências de informação se encontram e realizam as mais diversas transações clandestinas.

 A Herança Messiânica – Michael Baigent, Richarc Leigh, Henry Lincoln Richarc Leigh religião católica Michael Baigent Henry Lincoln cristianismo Catolicismo

Continuação do controverso ‘O santo graal e a linhagem sagrada’, este livro é ao mesmo tempo um trabalho de investigação bíblica e um estudo profundo dos valores modernos.

A busca começa pelas origens e a difusão do pensamento cristão primitivo e as discrepâncias entre esse pensamento e o que hoje chamamos de cristianismo. Na verdade, constatamos que Jesus não foi ele próprio o fundador do cristianismo, e é possível até que tenha havido mais de um Cristo. De suma importância, contudo, é a ideia de um messias e seu significado para os contemporâneos de Jesus. O que emerge é um princípio do messiado em flagrante desacordo com o princípio destilado pela tradição cristã ao longo dos séculos.

Mas que relevância poderia ter o conceito de messiado nos dias de hoje? Como ele é compreendido por aqueles que o proclamam? Para responder a esta pergunta, os autores se lançam numa ampla investigação sobre o mal-estar do mundo ocidental contemporâneo; a desintegração do sentido e a busca de novo sentido; os valores muitas vezes não questionados; o espectro das religiões substitutas; e o fracasso da religião organizada quanto a satisfazer as necessidades de seus fiéis. Os autores examinam fontes alternativas de sentido, desde Jung e as artes até a instituição da monarquia, que podem todas desempenhar uma função crucial ao impedir a desintegração de um mundo fragmentado. Sustentam que a religião pode ter um papel vital a desempenhar no futuro da sociedade ocidental, mas que, para tanto, terá de se transformar.

Mas a investigação não pára aqui. Para os autores, como para muitos leitores de O santo graal e a linhagem sagrada, ainda-paira muito mistério em torno da elusiva sociedade secreta do Prieuré de Sion, “os guardiães do santo graal”. Que está fazendo o Prieuré atualmente? Qual o seu poder? De que tipo de recursos dispõe? Que tipo de pessoas são seus membros? A resposta a estas perguntas acarreta uma eletrizante história de aventura dos nossos dias, envolvendo jornalistas fantasmas, assinaturas falsas, documentos adulterados e uma teia de desinfor-mação cuidadosamente tecida. O leitor é arrastado para o submundo dos negócios europeus e norte-americanos, em que políticos, o Vaticano, as altas finanças, a maçonaria e outras sociedades secretas, ordem de neocav-alaria e várias agências de informação se encontram e realizam as mais diversas transações clandestinas.

 A Herança Messiânica – Michael Baigent, Richarc Leigh, Henry Lincoln Richarc Leigh religião católica Michael Baigent Henry Lincoln cristianismo Catolicismo

1 comentário em “A Herança Messiânica – Michael Baigent, Richarc Leigh, Henry LincolnAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *