A Fugitiva – Anaïs Nin

A Fugitiva – Anaïs Nin

Escritas sob encomenda para um cliente misterioso nos anos 40 e publicadas postumamente – assim como os outros contos de “Delta de Vênus” e “Pequenos Pássaros” -, estas três histórias se entrelaçam como um complexo triângulo amoroso, bem ao estilo de Anaïs Nin. “O basco e Bijou”, “Manuel” e “A fugitiva” são uma ode ao erotismo.

De suas páginas saltam histórias que retratam com uma sinceridade impactante aventuras sexuais repletas, ao mesmo tempo, da delicadeza de estilo que lhe era característica e da pungência sexual que experimentou na sua própria vida. À frente de seu tempo, Anaïs Nin escreveu como ninguém sobre os mais recônditos desejos humanos.

Escritas sob encomenda para um cliente misterioso nos anos 40 e publicadas postumamente – assim como os outros contos de “Delta de Vênus” e “Pequenos Pássaros” -, estas três histórias se entrelaçam como um complexo triângulo amoroso, bem ao estilo de Anaïs Nin. “O basco e Bijou”, “Manuel” e “A fugitiva” são uma ode ao erotismo.

De suas páginas saltam histórias que retratam com uma sinceridade impactante aventuras sexuais repletas, ao mesmo tempo, da delicadeza de estilo que lhe era característica e da pungência sexual que experimentou na sua própria vida. À frente de seu tempo, Anaïs Nin escreveu como ninguém sobre os mais recônditos desejos humanos.

1 comentário em “A Fugitiva – Anaïs NinAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *