A Estrutura das Revoluções Científicas – Thomas S. Kuhn

Compartilhe:

A-estrutura-das-revoluções-científicas-Thomas-S.-KuhnÉ um livro que contribui para o estudo da história das ciências e das ideias, reintegrando as revoluções sócio-tecnológicas e políticas do mundo contemporâneo, não só no seu processo estrutural específico como no contextual.
De toda a conceituada obra de Thomas Kuhn, A Estrutura das Revoluções Científicas tida hoje, por consenso geral, como uma contribuição fundamental para o estudo da história das ciências e das idéias que o autor escreveu quando ainda estudante de graduação. À sua luz, as revoluções sociotecnológicas e políticas do mundo moderno são reintegradas no processo estrutural específico, assim como no contextual. Kuhn argumenta que a ciência não é estacionária, sendo constituída por uma aquisição cumulativa de conhecimento. Mas, ao contrário, ela é “uma série de interlúdios pacíficos pontuados por revoluções intelectualmente violentas”. Trata-se de um livro indispensável aos interessados e estudiosos da ciência, da filosofia e da teoria do conhecimento.

(Visited 20 times, 1 visits today)
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *