A Educação Sentimental – Gustave Flaubert

Compartilhe:

Com ‘A educação sentimental’ (1870), Flaubert retorna ao realismo. O romance revela um fundo autobiográfico, no qual Frederico Moreau, personagem central, é uma evocação do próprio Flaubert jovem, com um painel social dos anos agitados da ‘monarquia de julho’ de Luís Filipe que culminaram na revolução de 1848. Mostra o ruir das ilusões românticas e, por outro ângulo, o panorama convulsionado da época.

Quer baixar rapidamente e sem propaganda? Torna-se nosso patrono clicando aqui

(Visited 575 times, 1 visits today)
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *