A ditadura militar e a longa noite dos generais: 1970-1985 – Carlos Chagas

A ditadura militar e a longa noite dos generais: 1970-1985 – Carlos Chagas

Com a autoridade de quem conhece o poder por fora e por dentro, as condições, o papel e a influência da mídia, e as armadilhas do processo político, o jornalista Carlos Chagas trata aqui da trajetória do movimento militar desde 1970, com o poder exercido pelo general Garrastazu Médici, passando pelo período do general Ernesto Geisel até o último dia de governo de João Baptista Figueiredo.
Com a clareza e objetividade que caracterizam o seu texto, Chagas resgata, por meio do olhar da imprensa, os matizes – vívidos e de rara importância – daqueles conturbados anos, impulsionados pelas contradições inerentes a um país mergulhado em desafios políticos, econômicos e sociais. O resultado é uma obra de referência obrigatória para a compreensão da ditadura militar no país.

 A ditadura militar e a longa noite dos generais: 1970-1985 - Carlos Chagas Carlos Chagas

Com a autoridade de quem conhece o poder por fora e por dentro, as condições, o papel e a influência da mídia, e as armadilhas do processo político, o jornalista Carlos Chagas trata aqui da trajetória do movimento militar desde 1970, com o poder exercido pelo general Garrastazu Médici, passando pelo período do general Ernesto Geisel até o último dia de governo de João Baptista Figueiredo.
Com a clareza e objetividade que caracterizam o seu texto, Chagas resgata, por meio do olhar da imprensa, os matizes – vívidos e de rara importância – daqueles conturbados anos, impulsionados pelas contradições inerentes a um país mergulhado em desafios políticos, econômicos e sociais. O resultado é uma obra de referência obrigatória para a compreensão da ditadura militar no país.

Quer baixar rapidamente e sem propaganda? Faça sua assinatura clicando aqui

 A ditadura militar e a longa noite dos generais: 1970-1985 - Carlos Chagas Carlos Chagas

1 comentário em “A ditadura militar e a longa noite dos generais: 1970-1985 – Carlos ChagasAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *