A Bíblia Envenenada – Barbara Kingsolver

Compartilhe:

Bíblia envenenada é um romance composto por narrativas alternadas da esposa e das quatro filhas de Nathan Price, um pastor norte-americano meio fanático que, no final dos anos 50, leva a família para o então Congo Belga. Eles carregam consigo tudo o que acreditam que irão precisar, mas logo percebem que tudo — desde sementes até as Escrituras — é calamitosamente transformado em solo africano. O que se segue é um surpreendente épico sobre a trágica ruína de uma família e sua marcante reconstrução durante três décadas na África pós-colonial.

Primeiro romance de Barbara Kingsolver traduzido no Brasil, a história tem como pano de fundo a tragédia do povo africano em sua luta pela independência, que culmina com o assassinato do governante eleito do país, Patrice Lumumba, calculadamente ordenado pelo governo do então presidente Eisenhower e friamente executado pela CIA. É neste cenário que Orleanna Price reconstrói a história de seu marido, um homem para quem a missão de conquistar mentes e corações africanos para a civilização cristã ocidental torna-se uma obsessão.

História comovente e de construção literária brilhante, através da qual o leitor acompanha a evolução e o amadurecimento de Rachel — uma egoísta e egocêntrica adolescente; de Leah e Adah — gêmeas sensíveis e perspicazes; de Ruth May — uma pequena vidente de cinco anos; e de Orleanna — uma mulher marcada pelas próprias perdas.

Estas cinco mulheres, que chegam ao Congo carregadas de preconceitos raciais forjados em sua cidade natal no estado da Georgia, serão modeladas, cada uma delas, de formas diferentes pelo convívio com a realidade da África, e buscarão seu próprio caminho para a salvação.

Ao fundo, vê-se a trágica história da luta do povo congolês por sua liberdade.

Saudado pela crítica norte-americana como um dos romances marcantes da nossa época, A Bíblia envenenada foi indicado ao Prêmio Pulitzer de Ficção de 1998.

Quer baixar rapidamente e sem propaganda? Torna-se nosso patrono clicando aqui

(Visited 482 times, 1 visits today)
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *