Didático e Técnico

A arte de falar da morte para crianças – Lucélia Elizabeth Paiva

Compartilhe:

Como falar da morte com as crianças? Trata-se, sem dúvida, de um assunto delicado, mas que pode ser trabalhado de maneira muito didática por meio da literatura infantil. A autora propõe a utilização desse recurso como instrumento auxiliar para uma abordagem mais branda da vida e da morte, buscando o acalanto necessário no acolhimento às dores e aos sofrimentos humanos. Fruto da tese de doutorado defendida no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), a obra é também um ótimo material de apoio para profissionais das áreas da saúde e da educação, assim como para os demais interessados no tema.

 

Compartilhe:
(Visited 5 times, 1 visits today)

  • euler
    26 de setembro de 2012 - 16:00 | Permalink

    mais um da série psicologia, mas tem um cunho de conhecimento que acho justo que seja recomendável.

  • Luiz Fernando
    29 de setembro de 2012 - 06:36 | Permalink

    Taí um tema difícil de lidar com as criancas.

  • Sergio
    29 de setembro de 2012 - 13:25 | Permalink

    Nunca se sabe quando será necessário… vale a pena ter em mãos.

  • Ítalo
    2 de outubro de 2012 - 14:09 | Permalink

    Mandar para amigos educadores.

  • Roujiach
    16 de outubro de 2012 - 18:05 | Permalink

    Obrigado! Vai para a coleção.

  • Gustavo
    17 de outubro de 2012 - 14:45 | Permalink

    muito interessante para quem tem filhos pequenos!

  • Franciele
    18 de outubro de 2012 - 10:48 | Permalink

    Muito interessate, eu desconhecia este livro até agora. Muito obrigado.

  • giovana
    24 de outubro de 2012 - 21:53 | Permalink

    Obrigada.Vou baixar já.

  • heberlima
    26 de outubro de 2012 - 05:12 | Permalink

    Tenho um filho pequeno. Creio que será muito útil.

  • Ana Paula
    26 de outubro de 2012 - 08:59 | Permalink

    Tema interessante. As pessoas criam um tabu sobre a morte, que é fato da natureza. As crianças realmente precisam crescer entendendo – da forma adequada, ninguém quer traumatizá-los – que a vida é finita e precisa ser respeitada e que nenhum ser é invulnerável.

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Gostou do epubr.club? Por favor, espalhe a palavra :)

    Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    Powered by: Wordpress