7 Livros ideais para presentear a sua mãe no Dia das Mães

7 Livros ideais para presentear a sua mãe no Dia das Mães

Está chegando o aclamado Dia das Mães, e eu tenho certeza que, assim como eu, você deve estar ansioso(a) para presentear a sua progenitora com algo grandioso que retribua toda a dedicação, carinho, atenção e dinheiro gasto com você durante todos esses anos. De fato um gesto nobre, mas um pouco complicado de se realizar tendo em vista que esta mulher tão forte que nos gerou, sempre procura demonstrar que já tem tudo que realmente precisa nessa vida,… Inclusive nós mesmos, seus filhos.

Mais do que o valor de um presente, o Dia das Mães é o momento ideal para você demonstrar o quanto se importa com ela. E nada melhor do que um bom livro, seja sozinho ou acompanhado de uma bela cesta de café da manhã, para demonstrar para ela que você já cresceu o suficiente para cuidar de si, e que agora ela pode tirar algumas horas de folga para relaxar e dedicar um tempo para si mesma.
Dizem por aí que ‘mãe é tudo igual’, mas sabemos que não é assim tão simples, cada uma delas possui um estilo próprio que eternamente carregaremos em nosso DNA como parte de uma herança. Então, para não ter erro nessa escolha, selecionamos aqui uma lista com sugestões de livros para presentear cada tipo de mãe, tenho certeza que você vai encontrar algum exemplar que combine com a sua.

Fabio Mourão, no Dito pelo Maldito

Está chegando o aclamado Dia das Mães, e eu tenho certeza que, assim como eu, você deve estar ansioso(a) para presentear a sua progenitora com algo grandioso que retribua toda a dedicação, carinho, atenção e dinheiro gasto com você durante todos esses anos. De fato um gesto nobre, mas um pouco complicado de se realizar tendo em vista que esta mulher tão forte que nos gerou, sempre procura demonstrar que já tem tudo que realmente precisa nessa vida,… Inclusive nós mesmos, seus filhos.

Mais do que o valor de um presente, o Dia das Mães é o momento ideal para você demonstrar o quanto se importa com ela. E nada melhor do que um bom livro, seja sozinho ou acompanhado de uma bela cesta de café da manhã, para demonstrar para ela que você já cresceu o suficiente para cuidar de si, e que agora ela pode tirar algumas horas de folga para relaxar e dedicar um tempo para si mesma.
Dizem por aí que ‘mãe é tudo igual’, mas sabemos que não é assim tão simples, cada uma delas possui um estilo próprio que eternamente carregaremos em nosso DNA como parte de uma herança. Então, para não ter erro nessa escolha, selecionamos aqui uma lista com sugestões de livros para presentear cada tipo de mãe, tenho certeza que você vai encontrar algum exemplar que combine com a sua.


 

Para aquela mãe que adora novelas…
✔ Dominique, de Eugène Fromentin
-Gayo Editorial

g3567O autor Eugène Fromentin foi um pintor, exímio observador das paisagens e suas transformações, tanto naturais quanto sociais. Seja nos campos ou na mais vibrante capital de seu tempo, Paris. Em Dominique, Eugène Fromentin também mostra sua capacidade de dar vida às paisagens internas, feitas de emoções contraditórias e pensamentos incertos. Fortemente inspirado na vida do autor, o romance Dominique começa de mansinho e, quando menos se espera, nos arrebata num intenso fluxo de sentimentos e dúvidas do qual só será possível escapar lendo até a última página.

Dominique é um jovem que está no olho do furacão, entregue a um amor irrefreável e, ao mesmo tempo, impossível. Ele buscará sua conquista, mesmo que signifique entrar em conflito com seus próprios princípios e valores.

Em contato com sua intimidade mais cálida, mergulhamos na angústia, no desespero e na esperança de alguém que se entrega ao seu destino, por mais cruel que possa parecer.

Hoje em dia, quando as relações estão tão virtualizadas, é apaixonante ler um romance que nos confronta diretamente com o humano. Por isso, Dominique é um livro raro, em muitos sentidos. O que apenas realça o valor da iniciativa da Gayo Editorial de apresentá-lo ao leitor brasileiro.


 

Para aquela mãe que vive sem pressa…
✔ Um Poema para Bárbara, de Mônica Sifuentes
-Editora Gutenberg

Um Poema Para BárbaraSão João Del Rei, Minas Gerais, 1776. A cidade recebe o novo ouvidor da comarca, vindo de Portugal: o jovem intelectual e bon-vivant José Inácio de Alvarenga Peixoto. Pronto para assumir sua responsabilidade na próspera Colônia da Coroa, o caminho do magistrado se cruza com o de Bárbara Eliodora, moça de gosto apurado e ideias à frente de seu tempo, que encontra expressão na poesia, assim como Inácio. Do encontro dos dois nasce uma paixão repleta de sonhos de liberdade e revolução, e de um país livre dos grilhões da realeza. Retratando a jornada que culmina na turbulenta Inconfidência Mineira, Um poema para Bárbara é uma história de amor e coragem que jamais será apagada pelo tempo. Um legado de sangue e lutas, de ideais e heroísmo, que marca até hoje a História do Brasil.

 

 

 


 

Para aquela mãe mais moderna…
✔ Corações Mordidos, de Edla van Steen
-Global Editora

coracoes-mordidos-edla-van-steen-8526004077_300x300-PU6e6c7057_1Realidade ou ilusão? Os fatos serão aquilo que as palavras dizem ou o seu oposto? Onde “a lisa e real verdade”, como dizia Guimarães Rosa? Armando um autêntico jogo de enganos e equívocos, Edla Van Steen, em Corações Mordidos, desafia a sagacidade do leitor, propõe desafios, estimula a sua habilidade de raciocínio, arranha a sua sensibilidade com o estilete de uma história inovadora, instigante, “mistura de anticlímax de protesto, ironia e alívio”, como a definiu o crítico norte-americano Malcolm Silverman.

A história transcorre na Aldeia dos Sinos, um local tranquilo e belo, cheio de árvores nativas e chorões plantados por um personagem, uma espécie de microcosmo da sociedade brasileira, com os seus conflitos e inquietações, que se consome num acelerado processo de desagregação. E aqui voltamos ao início de tudo. Realidade ou ilusão? Os fatos serão aquilo que as palavras dizem ou o seu oposto? Onde a verdade?

Difícil de responder, já que Corações Mordidos é um romance que se escreve a si mesmo, uma ficção criada a partir do mundo imaginário de Greta. Greta ou Tina? Criação de um personagem de ficção, esse universo tem também estrutura e leis próprias, se bem que sempre em processo de mudança. Assim, um dos personagens, Sonia, se rebela contra a própria criadora, interessada em “penetrar no universo mais íntimo de outras pessoas, oriundas de estratos aleatórios, que são os daqueles de quem ela deseja comprar os sonhos. A criatura sonhada torna-se mais real do que o sonhador”, como observa Fausto Cunha.

Jogo de enganos e equívocos, partindo do absurdo para chegar ao enigmático, Corações Mordidos representa um momento de angústia e dilaceramento sem muitos parentes na moderna ficção brasileira. É um desafio proposto ao leitor, que recompensa bem aos que se propõem decifrá-lo.


 

Para aquela mãe nostálgica…
✔ Enquanto eu te esquecia, de Jennie Shortridge
-Única Editora

capa-frente_2Lucie Walker não se lembra de quem é ou como foi parar nas águas geladas da Baía de São Francisco. Encaminhada para uma clínica psiquiátrica, ela aguarda até que um homem chega afirmando ser seu noivo.

Entretanto, com seu retorno para casa, essa mulher sem memória vai tomando conhecimento de sua personalidade antes do acidente, da pessoa controladora, fria e sem vida que era, e dos segredos da infância e da família, assim como da situação do noivado e dos mistérios que podem ter provocado o acidente. Será que ela quer isso de volta? Será que essa nova Lucie conseguirá manter o amor por Grady, ou a oportunidade de recomeçar será sua salvação?

Intenso, franco e incrivelmente emocionante, Enquanto eu te esquecia é um livro delicado, que nos questiona sobre a maneira que vivemos e nos lembra que sempre temos uma nova chance de ser feliz.

 


 

Para aquela mãe com senso de humor…
✔ Uma Família Feliz, de David Safier

-Editora Planeta
uma-familia-feliz-david-safier-ligia-braslauskas-livros-600A família Wünschmann não é feliz. A livraria da mãe, Emma, está à beira da falência; o pai, Frank, trabalha muito mais do que deveria; a filha adolescente, Fee, foi reprovada no colégio, e o caçula, Max, está apaixonado por uma garota que mergulha sua cabeça na privada da escola. Para completar, depois de uma festa à fantasia, uma bruxa resolve enfeitiçar todos eles e transforma Emma em uma vampira, Frank em Frankenstein, Fee em uma múmia, e Max em um lobisomem.

Eles precisarão percorrer meio mundo para descobrir como desfazer o feitiço. No caminho, vão se ver frente a frente com monstros, vampiros, lagartos gigantes, motoqueiros encrenqueiros e até o Drácula em pessoa, que vai tentar jogar seu charme irresistível para cima da mamãe Emma.

 

 


 

Para aquela mãe que vive estressada…
✔ Três vezes ao amanhecer, de Alessandro Baricco
-Editora Alfaguara

três vezes ao amanhecerUm homem solitário conversa com uma mulher embriagada no saguão de um hotel; um porteiro idoso tenta convencer uma adolescente temperamental a abandonar seu namorado violento; uma policial de meia-idade decide levar um menino órfão à casa do homem que ama e que não vê há anos.
Em Três vezes ao amanhecer, Alessandro Baricco entrelaça com maestria as histórias de personagens que, à luz da alvorada, se deparam com a possibilidade de reconstruírem suas vidas. São relatos ágeis e envolventes sobre nossa busca constante por mudança, e sobre como as pessoas que encontramos podem iluminar nosso caminho em momentos decisivos.

Três vezes ao amanhecer surgiu como um livro imaginário, mencionado no último romance escrito por Alessandro Baricco, Mr. Gwyn. Concluído o romance, o autor decidiu dar vida a estas histórias inusitadas, em que os caminhos dos personagens se cruzam em três momentos diferentes de suas vidas. Cada encontro é surpreendente e ocorre sob a luz ambígua do amanhecer; uma luz que revela a fragilidade dos personagens e, ao mesmo tempo, os convida a recomeçar do zero, a traçar o próprio destino.

 


 

Para aquela mãe atleta…
✔ Nascido para Correr: A Experiência de Descobrir uma Nova Vida, de Christopher McDougall
-Editora Globo

nascido_para_correrMcDougall, um fã de corridas ao ar livre, sofria com constantes problemas ao se exercitar. Quando procurou um grande especialista em lesões esportivas, ouviu que o corpo humano não foi projetado para esse tipo de exagero. No entanto, se quisesse uma solução verdadeira, não poderia percorrer apenas laboratórios, mas teria que se embrenhar entre os desfiladeiros mais isolados do México e passar pela maior aventura de sua vida, entre personagens inacreditáveis. E é neste ponto que a vida do jornalista se transforma para sempre. O livro conta a história dos índios Tarahumara, que habitam a região de encostas e cânions inacessíveis na fronteira mexicana com os Estados Unidos.

Eles são os melhores corredores do mundo, superando em muitas vezes a resistência de maratonistas experientes. Com a maior naturalidade, correm o equivalente a quatro vezes uma maratona nos piores terrenos e condições. O problema é que – apesar de viver em perfeita harmonia entre seus membros – não gostam da visita de estranhos que quebrem seus ritmos de vida. Para conseguir o contato e a confiança da tribo, McDougall precisou passar por narcotraficantes perigosos e personagens que lembram fantasmas mitológicos do velho oeste.

1 comentário em “7 Livros ideais para presentear a sua mãe no Dia das MãesAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *