54 – Wu Ming

54 – Wu Ming

1954. O suposto clima de tranquilidade do pós-guerra dá lugar aos desdobramentos do conflito na Coréia, da retirada francesa da Indochina e do endurecimento da Guerra Fria, com a fundação da KGB, o serviço secreto soviético. É esse o pano de fundo para o surpreendente enredo de 54. Em uma Itália basicamente rural e ainda em reconstrução, um grupo de ex-combatentes comunistas da Resistência italiana começa a viver o dilema de estilos de vida conflitantes, com a chegada do circo de ilusões do capitalismo e seu maior representante: a televisão. Enquanto isso, jovens lutam contra a falta de perspectivas juntando-se ao crime organizado. No plano internacional, as nações ocidentais por intermédio do M16, o serviço de inteligência britânico tentam seduzir a Iugoslávia através de uma das mais poderosas armas da Guerra Fria: o cinema. Nesse meio tempo, a recém-criada KGB começa a dar mostras de seu poderio e seus tão questionados métodos.

Com uma impressionante riqueza de detalhes e fatos históricos, e uma saborosa mistura de ficção e realidade, desenrola-se uma intricada trama de espionagem internacional, redes criminosas e conflitos ideológicos. Em uma narrativa brilhantemente conduzida, figuras famosas, como o ator Cary Grant, o mafioso Charles Lucky Luciano e o ditador iugoslavo Josip Broz, o Marechal Tito, juntam-se a personagens fictícios para (re)contar a história de um ano e fervescente.

1954. O suposto clima de tranquilidade do pós-guerra dá lugar aos desdobramentos do conflito na Coréia, da retirada francesa da Indochina e do endurecimento da Guerra Fria, com a fundação da KGB, o serviço secreto soviético. É esse o pano de fundo para o surpreendente enredo de 54. Em uma Itália basicamente rural e ainda em reconstrução, um grupo de ex-combatentes comunistas da Resistência italiana começa a viver o dilema de estilos de vida conflitantes, com a chegada do circo de ilusões do capitalismo e seu maior representante: a televisão. Enquanto isso, jovens lutam contra a falta de perspectivas juntando-se ao crime organizado. No plano internacional, as nações ocidentais por intermédio do M16, o serviço de inteligência britânico tentam seduzir a Iugoslávia através de uma das mais poderosas armas da Guerra Fria: o cinema. Nesse meio tempo, a recém-criada KGB começa a dar mostras de seu poderio e seus tão questionados métodos.

Com uma impressionante riqueza de detalhes e fatos históricos, e uma saborosa mistura de ficção e realidade, desenrola-se uma intricada trama de espionagem internacional, redes criminosas e conflitos ideológicos. Em uma narrativa brilhantemente conduzida, figuras famosas, como o ator Cary Grant, o mafioso Charles Lucky Luciano e o ditador iugoslavo Josip Broz, o Marechal Tito, juntam-se a personagens fictícios para (re)contar a história de um ano e fervescente.

1 comentário em “54 – Wu MingAdicione o seu →

  1. Eu li Q, do Luther Blisset, que era o antigo nome do coletivo Wu Ming. Há horas que procura Guerrilha Psíquica. Será que alguém tem?

    De qualquer forma, vou ler este 54, cujo tema me lembra a Rainha Loana do Umberto Eco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *