5 Livros para ler após assistir o filme ‘Interestelar’

5 Livros para ler após assistir o filme ‘Interestelar’

Depois do auge da ficção científica que se deu na década de oitenta, é difícil imaginar que o gênero conseguisse se reerguer e atingir novamente tal patamar de sucesso com alguma outra produção ligada ao tema após perderem a maioria de seus clichês com a chegada do século XXI. Mas felizmente filmes como ‘Gravidade’, o remake de ‘Star Trek’ e ‘Interestelar’ demonstram que o Sci-Fi parece ter muita lenha pra queimar. Tendo como grande característica a habilidade de contar histórias inteligentes fundamentadas na ciência, parece que a ficção científica ainda mantém o dom de fomentar ideias e imagens deslumbrantes na cabeça do público.

Aproveitando o ensejo do súbito sucesso do filme ‘Interstellar’ que tem arrancado uma excelente crítica de seus expectadores, passamos um pano em nossa prateleira e separamos algumas leituras que podem ajudar na ressaca de quem já assistiu o filme e saiu do cinema com gostinho de quero mais.

Fabio Mourão, no Dito pelo Maldito

Depois do auge da ficção científica que se deu na década de oitenta, é difícil imaginar que o gênero conseguisse se reerguer e atingir novamente tal patamar de sucesso com alguma outra produção ligada ao tema após perderem a maioria de seus clichês com a chegada do século XXI. Mas felizmente filmes como ‘Gravidade’, o remake de ‘Star Trek’ e ‘Interestelar’ demonstram que o Sci-Fi parece ter muita lenha pra queimar. Tendo como grande característica a habilidade de contar histórias inteligentes fundamentadas na ciência, parece que a ficção científica ainda mantém o dom de fomentar ideias e imagens deslumbrantes na cabeça do público.

Aproveitando o ensejo do súbito sucesso do filme ‘Interstellar’ que tem arrancado uma excelente crítica de seus expectadores, passamos um pano em nossa prateleira e separamos algumas leituras que podem ajudar na ressaca de quem já assistiu o filme e saiu do cinema com gostinho de quero mais.

Perdido em Marte, de Andy Weir

Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente.

Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate. Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico – e um senso de humor inabalável -, ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência.

Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá. Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor.

Uma Dobra do Tempo, de Madeline L’Engle

“Uma linha reta não é a distância mais curta entre dois pontos.” Esta ideia está por trás da incrível história da família Murry, traçada em Uma dobra no tempo, ganhador do Newbery Award em 1963 e ainda capaz de fascinar uma nova geração de leitores. No livro, a autora Madeleine L´Engle proporciona uma verdadeira viagem, com dissolução e reconstituição de corpos no espaço, através de atalhos que fogem do longo caminho dos anos-luz, e dá lugar a uma passagem da quarta para a quinta dimensão, impensável no espaço tridimensional que conhecemos.

Os Murry viviam a cerca de oito quilômetros da aldeia, isolados, em uma rua afastada. A geniosa Meg – a menina azarada e considerada má aluna na escola – e o pequeno Charles Wallace, rotulado como o “irmão bebê idiota”, compartilhavam o peso de serem crianças com um nível de intelectualidade acima do comum, o que causava certa dificuldade no relacionamento com as outras. Dennys e Sandy eram seus irmãos gêmeos, que não eram nem ruins, nem excelentes no colégio, mas eram fortes, bons corredores e se saíam bem nos jogos.

Em um ambiente de cumplicidade, os irmãos e a mãe, uma bela cientista, conviviam bem, apesar das diferenças. Mas carregavam um vazio dentro de casa. O sr. Murry era um físico famoso e, desde que partiu para uma missão confidencial – e perigosa – do governo, não tiveram mais notícias dele. A vizinhança, curiosa, especulava a respeito.

A Mulher do Viajante no Tempo, de Audrey Niffenegger

O livro conta a história do casal Henry e Clare. Quando os dois se conhecem Henry tem 28 anos e Clare, vinte. Ele é um moderno bibliotecário; ela, uma linda estudante de arte. Os dois se apaixonam, se casam e passam a perseguir os objetivos comuns à maioria dos casais: filhos, bons amigos, um trabalho gratificante. Mas o seu casamento nunca poderá ser normal.

Henry sofre de um distúrbio genético raro e de tempos em tempos, seu relógio biológico dá uma guinada para frente ou para trás, e ele então é capaz de viajar no tempo, levado a momentos emocionalmente importantes de sua vida tanto no passado quanto no futuro.

Causados por acontecimentos estressantes, os deslocamentos são imprevisíveis e Henry é incapaz de controlá-los. A cada viagem, ele tem uma idade diferente e precisa se readaptar mais uma vez à própria vida. E Clare, para quem o tempo passa normalmente, tem de aprender a conviver com a ausência de Henry e com o caráter inusitado de sua relação.

Em A Mulher do Viajante do Tempo, a autora mostra com muita sensibilidade, inteligência e bom humor que o verdadeiro amor é capaz de transpor todas as barreiras, inclusive a mais implacável de todas: o tempo.

Aniquilação – Trilogia Comando Sul, de Jeff VanderMeer

A Área X está isolada do restante do mundo há décadas, e a natureza tomou para si os últimos vestígios da presença humana. Uma primeira expedição de reconhecimento voltou de lá relatando uma terra intocada, um paraíso edênico; a segunda terminou em suicídio em massa; a terceira, em um tiroteio dentro do próprio grupo.

Até que os membros da décima primeira expedição retornaram como meras sombras do que eram antes e, após algumas semanas, morreram de câncer.

Em Aniquilação, primeiro volume da trilogia Comando Sul, o leitor se junta à décima segunda expedição.

O novo grupo é formado por quatro mulheres: uma antropóloga, uma topógrafa, uma psicóloga – líder da missão – e uma bióloga, a narradora do livro. Seus objetivos são mapear o terreno, identificar todas as mudanças ambientais, monitorar as relações entre elas próprias e, acima de tudo, não se contaminarem. As mulheres atravessam a fronteira esperando o inesperado… e é exatamente isso o que encontram. Mas o que de fato vai definir os rumos da expedição não é o que está lá, e sim o que elas trazem consigo desde o outro lado da fronteira e os segredos que guardam umas das outras.

Encontro Com Rama, de Arthur C. Clarke

Vencedor de renomados prêmios, entre eles o Hugo e o Nebula, Encontro com Rama, conta a história de uma terrível colisão de um meteorito contra o continente europeu. Após o acontecimento, líderes mundiais e cientistas reuniram esforços para evitar que catástrofes dessa natureza voltassem a acontecer. Quase cinquenta anos depois, a humanidade atônita acompanha a chegada de um novo astro ao Sistema Solar. De proporções inimagináveis, Rama espanta e ameaça, pois avança firmemente na direção de nosso Sol.

Uma expedição é enviada para explorar os mistérios do que se imagina ser um colossal meteoro. Mas, num misto de surpresa e apreensão, Rama se revela uma sofisticada construção, repleta de enigmas que desafiam a mente e os conceitos humanos. Inestimável fonte de pesquisa para a ciência ou ameaça para a segurança da humanidade, Rama torna-se palco de uma das mais fascinantes jornadas de descobrimento da ficção científica; um espelho da genialidade de um dos autores mais criativos do século 20.

1 comentário em “5 Livros para ler após assistir o filme ‘Interestelar’Adicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *