24 livros que previram o futuro e estavam certos

24 livros que previram o futuro e estavam certos

O mundo antes do meio do século 20 era muito mais vasto e desconhecido. Antes da Internet e do audiovisual, os livros é que incitavam a imaginação. Hoje, uma rápida pesquisa no Google e acha-se de tudo, da putaria mais escatológica a documentos complexos e profundos sobre pesquisas tecnológicas e espaciais.

Mas, naquele tempo, isso tudo era uma tremenda de uma viajada que grandes autores conseguiam imaginar e, mais ainda, botar isso no papel de maneira com que seus leitores entendessem e embarcassem na história, conseguiam fazer com que a entrega fosse absoluta e, por alguns instantes, muita gente estava de fato vendo e utilizando aquelas coisa todas.

Hoje, utilizamos essas coisas todas. Abaixo, 24 itens que escritores “previram” em seus livros e hoje estão em nossas rotinas.

Jader Pires, no Papo de Homem

O mundo antes do meio do século 20 era muito mais vasto e desconhecido. Antes da Internet e do audiovisual, os livros é que incitavam a imaginação. Hoje, uma rápida pesquisa no Google e acha-se de tudo, da putaria mais escatológica a documentos complexos e profundos sobre pesquisas tecnológicas e espaciais.

Mas, naquele tempo, isso tudo era uma tremenda de uma viajada que grandes autores conseguiam imaginar e, mais ainda, botar isso no papel de maneira com que seus leitores entendessem e embarcassem na história, conseguiam fazer com que a entrega fosse absoluta e, por alguns instantes, muita gente estava de fato vendo e utilizando aquelas coisa todas.

Hoje, utilizamos essas coisas todas. Abaixo, 24 itens que escritores “previram” em seus livros e hoje estão em nossas rotinas.


 

24. Marte tem duas luas

1

Em seu livro As Viagens de Gulliver (1735), Jonathan Swift escreve sobre Marte ter duas luas. Em 1877, 142 anos mais tarde, o americano Asaph Hall descobriu que Marte tem, de fato, duas luas.


 

23. Velas Solares

2

Em 1865, quando Jules Verne escreveu Da Terra à Lua, ele relata a ideia de velas solares. Em 2010, 145 anos depois, o primeiro “veleiro solar” (IKAROS) foi usada com sucesso.


 

22. Submarinos Elétricos

3

Cinco anos depois de publicar Da Terra à Lua, Júlio Verne escreveu Vinte Mil Léguas Submarinas (1870). Neste livro, ele conta as façanhas de um submarino de propulsão elétrica. Na década de 1960, 90 anos depois, os submarinos movidos a energia elétrica foram colocados em serviço.


 

21. Cartões de Crédito

4

Quando Edward Bellamy escreveu Looking Backward, em 1888, ele previu o uso de cartões de crédito. Em 1950, 62 anos depois, eles foram inventados.


 

20. Escritas no céu

5

O conto de Júlio Verne, O Dia de Um Jornalista Americano no Ano 2889 (1889) inclui o conceito de aviões escrever mensagens no céu (skywriting). 26 anos depois, em 1915, o que foi feito pela primeira vez em um show aéreo em São Francisco.


 

19. Portas automáticas (sensor de movimento)

6

Em 1899, HG Wells incluiu a detecção automática de movimento nas portas em seu romance When the Sleeper Awakes. Cerca de 60 anos depois, em 1960, esse tipo de porta foi inventada.


 

18. Tanque de guerra

7

Anos depois, em 1903, HG Wells também escreveu um livro chamado The Land Ironclads que é, basicamente, sobre tanques. Só 13 anos depois que, durante a Primeira Guerra Mundial, foram utilizados os primeiros tanques de guerra.


 

17. Detector de mentiras

8

Em 1910, Edwin Balmer e William MacHarg escreveram The Achievements of Luther Trant, em que eles mencionam um teste de detector de mentiras. Em 1924, 14 anos mais tarde, foi utilizado o primeiro teste de polígrafo.


 

16. Energia Solar

Solar Panel with green grass

Era 1911 quando Hugo Gernsback escreveu Ralph 124C 41+ (sim, esse é o nome real do livro) em que ele previu o uso de energia solar. Em 1978, 67 anos depois, as primeiras calculadoras alimentadas por energia do Sol foram inventadas.


 

15. Bombas atômicas

10

Esta é, provavelmente, uma das previsões mais sombrias da lista. HG Wells previu o uso de bombas atômicas em seu romance de 1914, The World Set Free. Em 1895, no livro The Crack of Doom de Robert Cromie, também fala de uma bomba que “levantaria 100 mil toneladas a quase 2 milhas de altura”.

Em 1945, a primeira bomba atômica foi lançada sobre o Japão.


 

14. Correio de voz

11

Nove anos depois de A World Set Free, quando escreveu Men Like Gods, HG Wells previu o uso de correio de voz. Demorou mais 57 anos, na 1980para que ele fosse popularizado.


 

13. Fertilização in vitro

12

Daedalus; or, Science and the Future foi um livro escrito por JBS Haldane em 1924. A história inclui o conceito de fertilização in vitro. Em 1977, 53 anos depois, o primeiro sucesso de fertilização in vitro foi realizado.


 

12. Engenharia Genética

13

Em seu popular livro de 1932, Admirável Mundo Novo, Aldous Huxley prevê a utilização da engenharia genética. Em 1972, 40 anos mais tarde, a primeira manipulação genética foi realizada.


 

11. Espionagem governamental

14

No livro 1984, escrito em 1948 por George Orwell, a espionagem governamental é generalizada. Em 2013, o escândalo de espionagem da NSA fez manchetes no mundo todo.


 

10. Comunicação via satélite

15

Em 1951, quando Arthur C. Clarke escreveu 2001: Uma Odisséia no Espaço, previu o uso de satélites de comunicação. Em 1965, 14 anos depois, foi lançado ao espaço o primeiro satélite de comunicação.


 

09. Realidade Virtual

16

5 anos mais tarde, Arthur escreveu A Cidade e as Estrelas (1956), que menciona jogos de vídeo em realidade virtual. Em 1966, 10 anos depois, o primeiro simulador de vôo com realidade virtual foi desenvolvido.


 

08. Colchões de água

17

Em 1961, Robert Heinlein escreveu o livro Stranger in a Strange Land e menciona a ideia de camas de água. O colchão de água moderno foi patenteado em 1971, 10 anos depois.


 

7. Turismo espacial

18

Em seu livro Náufragos de Selene (1962) Arthur C. Clarke prevê que as pessoas vão fazer um tour no espaço. 39 anos depois, em 2001, Dennis Tito se tornou o primeiro turista espacial.


 

6. A União Europeia

19

Em 1969, o livro Stand on Zanzibar de John Brunner menciona a União Europeia. 24 anos depois, em 1993, a UE passou a existir com esse nome.


 

5. Membros Biônicos

20

Em seu livro Cyborg (1972), Martin Caidin prevê o uso de membros biônicos. 41 anos depois, em 2013, o primeiro implante de perna biônica foi realizada.


 

4. Tradução simultânea em áudio

21

N’O Guia do Mochileiro das Galáxias (1980) de Douglas Adams, o conceito de tradução automática de voz é mencionado. Agora o Google atualizou seu aplicativo de tradução para incluir esse recurso.


 

3. A World wide Web

22

Em seu livro de 1984, Neuromancer, William Gibson prevê ciberespaço e hacking. 7 anos mais tarde, no início de 1990, a rede mundial de computadores tornou-se extremamente popular.


 

2. Melhor jogador de xadrez humano sendo derrotado por um computador antes de 2000

COMPUTER CHESS

Considerando que o livro The Age Of Intelligent Machines foi escrito em 1990, Ray Kurzweil tinha apenas 10 anos para ter sua previsão cumprida. Mas ele estava certo. 7 anos mais tarde, em 1997, computador Deep Blue tornou-se o campeão mundial de xadrez, vencendo o russo Garry Kasparov.


 

1. Módulos lunares sairiam da Terra e retornariam em cápsulas de aterrisagem

090720_moon_landing_large_29

Em seu livro Da Terra à Lua (1865), Júlio Verne escreveu sobre esse cenário 104 anos antes de o foguete Apollo 11 realizar sua missão, em 1969.


 

Obs.: a lista foi retirada do artigo “25 Books That Predicted The Future And Were Right”, mas com checagem da veracidade das informações.

1 comentário em “24 livros que previram o futuro e estavam certosAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *