18 Dias – Matias Spektor

18 Dias – Matias Spektor

18 dias é a história secreta de como Lula e Fernando Henrique Cardoso trabalharam juntos para quebrar a resistência do governo Bush ao PT nas eleições de 2002. Usando documentos inéditos e entrevistas exclusivas com os principais atores envolvidos, Matias Spektor reconstitui 18 dias na transição presidencial mais delicada da história recente, quando petistas e tucanos uniram-se para impedir que a direita norte-americana ameaçasse a chegada da esquerda brasileira ao poder. Forçados pelas circunstâncias, eles conduziram uma transição democrática sem precedentes. A história começa em 28 de outubro, um dia depois da vitória petista, quando José Dirceu e Condoleezza Rice costuraram uma delicada aproximação entre seus respectivos chefes. E termina com o encontro histórico de 10 de dezembro, quando Lula e Bush, tendo recebido apoio ativo de FHC, se encontraram na Casa Branca pela primeira vez. No livro, o autor revela uma faceta desconhecida dos bastidores do poder: o uso estratégico da diplomacia como instrumento a serviço do Palácio do Planalto. E mostra por que a troca de comando entre tucanos e petistas levou a Casa Branca a enxergar no Brasil uma potência emergente.

18 Dias – Matias Spektor18 dias é a história secreta de como Lula e Fernando Henrique Cardoso trabalharam juntos para quebrar a resistência do governo Bush ao PT nas eleições de 2002. Usando documentos inéditos e entrevistas exclusivas com os principais atores envolvidos, Matias Spektor reconstitui 18 dias na transição presidencial mais delicada da história recente, quando petistas e tucanos uniram-se para impedir que a direita norte-americana ameaçasse a chegada da esquerda brasileira ao poder. Forçados pelas circunstâncias, eles conduziram uma transição democrática sem precedentes. A história começa em 28 de outubro, um dia depois da vitória petista, quando José Dirceu e Condoleezza Rice costuraram uma delicada aproximação entre seus respectivos chefes. E termina com o encontro histórico de 10 de dezembro, quando Lula e Bush, tendo recebido apoio ativo de FHC, se encontraram na Casa Branca pela primeira vez. No livro, o autor revela uma faceta desconhecida dos bastidores do poder: o uso estratégico da diplomacia como instrumento a serviço do Palácio do Planalto. E mostra por que a troca de comando entre tucanos e petistas levou a Casa Branca a enxergar no Brasil uma potência emergente.

1 comentário em “18 Dias – Matias SpektorAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *