10 livros que estragaram o mundo – Benjamin Wiker

10 livros que estragaram o mundo – Benjamin Wiker

10 Livros Que Estragaram o Mundo – Já ouviu falar de Os Grandes Livros? Pois estes são o oposto. Desde O Príncipe, de Maquiavel, até O Comportamento Sexual dos Homens, de Alfred Kinsey, passando pelo Manifesto do Partido Comunista, de Karl Marx, estes livros muitíssimo influentes produziram guerras, genocídios, opressões totalitaristas, a destruição da família e experiências sexuais desastrosas.
E, contudo, as ideias destes autores continuam a ser muito apreciadas; se quer saber, podem mesmo influenciar-lhe o pensamento, sem que o leitor disso se aperceba.
O Prof. Benjamin Wiker vem trazer-lhe um antídoto. Neste livro notável, Wiker vai ao âmago de cada uma destas obras e, através de uma análise inteligente, culta e provocatória, vai demonstrar entre outras coisas que:

– O Príncipe, de Maquiavel era um dos livros de cabeceira de Estaline e inspirou uma longa lista de tiranos;
– O Discurso do Método, de Descartes «demonstra» a existência de Deus pelo simples método de fazer Dele uma criação do nosso ego;
– O Manifesto do Partido Comunista, de Marx e Engels, podia ganhar o prémio de pior livro de sempre;
– A Ascendência do Homem, de Darwin, prova que ele advogava a aplicação da «sobrevivência dos mais aptos» à sociedade humana;
– Para Além do Bem e do Mal, de Nietzsche, lançou o apelo a um mundo governado exclusivamente pela «vontade de poder»;
– O Mein Kampf, de Hitler, era uma espécie de «darwinismo espiritualizado», que explica o anti-semitismo genocidário do ditador alemão;

Inteligente, chocante e instrutivo, este livro constitui um curso rápido sobre as ideias mais nefastas da história humana – e sobre a maneira de as evitarmos no futuro.

 10 livros que estragaram o mundo - Benjamin Wiker Benjamin Wiker

10 Livros Que Estragaram o Mundo – Já ouviu falar de Os Grandes Livros? Pois estes são o oposto. Desde O Príncipe, de Maquiavel, até O Comportamento Sexual dos Homens, de Alfred Kinsey, passando pelo Manifesto do Partido Comunista, de Karl Marx, estes livros muitíssimo influentes produziram guerras, genocídios, opressões totalitaristas, a destruição da família e experiências sexuais desastrosas.
E, contudo, as ideias destes autores continuam a ser muito apreciadas; se quer saber, podem mesmo influenciar-lhe o pensamento, sem que o leitor disso se aperceba.
O Prof. Benjamin Wiker vem trazer-lhe um antídoto. Neste livro notável, Wiker vai ao âmago de cada uma destas obras e, através de uma análise inteligente, culta e provocatória, vai demonstrar entre outras coisas que:

– O Príncipe, de Maquiavel era um dos livros de cabeceira de Estaline e inspirou uma longa lista de tiranos;
– O Discurso do Método, de Descartes «demonstra» a existência de Deus pelo simples método de fazer Dele uma criação do nosso ego;
– O Manifesto do Partido Comunista, de Marx e Engels, podia ganhar o prémio de pior livro de sempre;
– A Ascendência do Homem, de Darwin, prova que ele advogava a aplicação da «sobrevivência dos mais aptos» à sociedade humana;
– Para Além do Bem e do Mal, de Nietzsche, lançou o apelo a um mundo governado exclusivamente pela «vontade de poder»;
– O Mein Kampf, de Hitler, era uma espécie de «darwinismo espiritualizado», que explica o anti-semitismo genocidário do ditador alemão;

Inteligente, chocante e instrutivo, este livro constitui um curso rápido sobre as ideias mais nefastas da história humana – e sobre a maneira de as evitarmos no futuro.

 10 livros que estragaram o mundo - Benjamin Wiker Benjamin Wiker

1 comentário em “10 livros que estragaram o mundo – Benjamin WikerAdicione o seu →

  1. Tô lendo. O autor tem uma visão cristã do papel da moral e ética… mas muitas das suas análises são precisas e contundentes. Muito sangue já correu por causa das ideias nesses livros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *